CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalSÃO JOÃOTop
Trending

#Bahia: Em razão do cancelamento do São João, estado deixa de arrecadar R$ 79 milhões de ICMS, aponta SEI

Estudo revela que 1, 4 milhão de pessoas deixarão de viajar para o interior baiano no período dos festejos juninos.

Devido ao cancelamento do São João, a Bahia vai deixar de arrecadar R$ 79 milhões de ICMS, de acordo com estimativa da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), divulgada na última sexta-feira (18).

Segundo a SEI, a queda na quantia arrecadada além de ser influenciada pelo cancelamento do São João, também será em razão da suspensão das atividades aquecidas pela festa junina, visto que este é o segundo período junino prejudicado pela pandemia de covid-19.

Conforme expectativa da Superintendência, 1.476.600 pessoas deixarão de viajar para municípios do interior baiano no período dos festejos juninos.

Com base no último ano comemorativo dos festejos juninos, que ocorreu em 2019, estima-se que, no mínimo, R$ 64,7 milhões provenientes do setor público deixarão de impulsionar os festejos, em especial o mercado da música. Destes, R$ 50,9 milhões são recursos aportados por 311 municípios e R$ 13,8 milhões pelo Governo do Estado.

Além disso, deixará de entrar na Bahia R$ 107 milhões decorrentes de gastos de turistas nacionais e estrangeiro. Em razão da pandemia do coronavírus, 24,2 mil empregos formais e informais deixarão de ser gerados nos setores com atividades correlacionadas com o festejo junino, sofrendo impacto também pelo cancelamento do São João.

O estudo da SEI, autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), foi realizado em parceria com as secretarias de Turismo (Setur), Cultura (Secult) e a Bahiatursa.

Jornal da Chapada

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios