AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Bahia: Após tentar aplicar golpe por aplicativo, golpista é enganado pela vítima e deposita dinheiro para recarga de celular

Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) apontou que houve um aumento de crimes envolvendo redes sociais e informática.

Após tentar aplicar golpe por um aplicativo de mensagens, um golpista foi enganado pela vítima e depositou dinheiro para recarga de celular. Na ocasião, o criminoso tentava desembolsar mais de R$ 2 mil da mulher, Erica Soledade, enquanto se passava pelo filho dela.

A vítima já havia sido abordada por outros criminosos que tentaram aplica o mesmo golpe. Érica e o filho já estavam sofrendo a terceira tentativa de golpe, em menos de dois meses. Contudo, nesta tentativa, ela resolveu interagir com o suspeito, pois por coincidência o filho dela estava em casa.

“A gente começou a dar assunto e a alimentar a situação para tentar pegar ele, porque estava sendo muito corriqueiro. Tentamos reverter a história e decidimos pedir dinheiro para ele [criminoso]”, explica Erica.

O filho de Érica, Lucas Soledade, afirmou que o intuito era fazer o criminoso ter confiança de que a transferência seria feita. Érica contou uma história, afirmando que estava sem crédito e que precisava de dinheiro para pôr a recarga e fazer a transferência.

Logo, o criminoso decidiu colocar crédito no celular da mãe dele para poder ter o lucro dos R$ 2.350,00 que havia solicitado. No entanto, o golpista fez o deposito da recarga, mas ficou esperando que ela transferisse o dinheiro.

O especialista em tecnologia, Arthur Igreja, alerta e fornece dicas de como não cair nesse tipo de golpe. “Mande mais mensagens, tente validar e, principalmente ligue, peça áudio e você vai ver que o golpista não fazer nada disso. A partir daí a solução é indicar esse golpe ao WhatsApp e também registrar um boletim de ocorrência para que o criminoso seja investigado e identificado”, orienta.

Dados da segurança
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), houve um aumento de crimes envolvendo redes sociais e informática, sendo que 11 ocorrências foram registradas em Salvador nos quatro primeiros meses de 2020. No mesmo período deste ano, foram registrados 66 casos na capital baiana.

Já no interior da Bahia, 44 ocorrências foram registradas no primeiro quadrimestre de 2020, enquanto 184 casos foram denunciados no mesmo período deste ano. No entanto, esses números podem ser ainda maiores, pois nem todas ocorrências são denunciadas. Jornal da Chapada com informações do G1.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios