CidadesCuriosidadesEsportesMenu PrincipalTop
Trending

#Olimpíadas: Mãe da campeã olímpica Ana Marcela diz que filha “honrou o apelido de pitbull” após ouro em maratona aquática

A baiana Ana Marcela Cunha foi medalha de ouro na maratona aquática de 10 km. Atleta faz parte da equipe de universidade do município de Santos, no litoral de São Paulo.

Os pais da atleta Ana Marcela Cunha, medalha de ouro na maratona aquática de 10 km na Olimpíada de Tóquio, disseram que estão muito orgulhosos com a conquista da filha. Em entrevista coletiva à imprensa nesta quarta-feira (4), a ex-ginasta Ana Patrícia Cunha e o ex-nadador George Cunha, pais da atleta, disseram que o ‘plano A’ era a medalha de ouro, e que ficar fora do pódio não era uma opção para Ana.

Natural da Bahia, a atleta treina na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, e faz parte da equipe da Universidade Santa Cecília (Unisanta). E foi na própria instituição que colegas e amigos acompanharam a chegada da nadadora após os 10 km de prova, e onde os pais deram entrevista nesta quarta. Com o tempo de 1h59min30s, Ana Marcela garantiu a medalha de ouro (a quarta do Brasil em Tóquio).

Pais de Ana Marcela Cunha deram entrevista | FOTO: Alex Ferraz/Jornal A Tribuna |

“Quando o cara [narrador] começou a falar ‘Marcela pitbull, Marcela pitbull’, eu disse: poxa, lembraram do apelido dela. Com certeza, ela honrou o apelido de pitbull”, disse a mãe da atleta. Sobre a vitória na maratona aquática, Ana Patrícia mostrou orgulho durante toda a entrevista. “Eu me senti super feliz, realizada, com objetivo conquistado”, disse.

O pai também se mostrou realizado com a conquista, mas ressaltou o preparo da atleta. “Eu acho que o caminho que a Ana Marcela fez tornou isso mais leve. Aos poucos, ela foi aprendendo e evoluindo. Ontem, a gente tinha certeza que ela ia fazer o melhor dela. O plano A era buscar o ouro. Foi todo um trabalho muito bem executado. Não tinha como dar errado”, diz.

Ana Marcela Cunha e os pais | FOTO: Arquivo Pessoal |

Segundo a mãe da atleta, o casal ainda não conversou com Ana Marcela depois da vitória. “O primeiro contato depois foi só uma mensagem. O sinal [de ligação] é ruim, e a gente não parou também. Até agora, ainda não tivemos o momento de sentar e conversar”, contou.

Sobre os planos para o futuro, ambos foram enfáticos ao prometerem a atleta na Olimpíada de Paris, em 2024, mas a mãe disse que o assunto será discutido após o retorno da atleta ao Brasil. “Vamos sentar e conversar, mas a gente vai estar do lado dela, sempre”, finalizou.

Ana Marcela Cunha e a mãe, Ana Patrícia Cunha | FOTO: Arquivo Pessoal |

Ao sair da água e tirar a touca, Ana Marcela mostrou os cabelos pintados de verde e amarelo (veja foto abaixo). E, ao contrário das lágrimas de frustração com o 10º lugar na Rio-2016, quando era favorita, desta vez chorou de emoção e alegria. A redação é do site G1.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios