Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Reestruturação da PM é um avanço para mulheres da corporação, destaca titular da SPM

centro
Titular da SPM, em recente encontro com o Centro Maria Felipa | FOTO: Kleidir Costa/SPM/BA |

Após anúncio do plano de reestruturação organizacional da Polícia Militar, pelo governador Jaques Wagner, a titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Vera Lúcia Barbosa, destacou o impacto positivo da iniciativa para as Policiais Femininas da Bahia. Na proposta apresentada às entidades da categoria está prevista aposentadoria especial para as mulheres que compõem a corporação, ação pioneira no país e já demandada pelo segmento ao governo baiano. Sobre o assunto, diálogos foram mantidos entre a SPM e representantes do Centro Maria Felipa, unidade institucional que atua pela garantia dos direitos das profissionais.

Pela nova regra, as policiais conquistariam o direito à aposentadoria após 25 anos de serviço efetivo, entrando para o quadro de reservas. Na visão da secretária, trata-se de “um reconhecimento justo ao esforço das PMs para a construção de uma polícia cidadã e também é fruto da luta pela afirmação do segmento junto à instituição policial”. Ela lembra a própria inserção das mulheres na PM baiana, o que só foi permitido através de decreto governamental de 1989. “A garantia da igualdade de gênero na organização, o que almejamos para todos os setores do mercado de trabalho, é um desafio diário”, completou.

Reformulações
O conjunto do plano também inclui mudanças no processo de promoção de praças e oficiais, emancipação do Corpo de Bombeiros, reformulação do Código de Ética, além da criação de novas unidades na PM e nos Bombeiros. As propostas ainda serão avaliadas pelos policiais militares, passarão por uma nova análise do Governo do Estado e, logo após, seguirá para apreciação da Assembleia Legislativa.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios