Equipes da Mobilização da Dengue de 23 municípios baianos se reúnem na próxima quarta

Postado em jun 6 2014 - 12:11pm por Jornal da Chapada
dengue

Atualmente o Projeto abrange 23 municípios baianos, considerados prioritários, por apresentarem alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti e casos de óbito | FOTO: Reprodução |

Na próxima quarta-feira (11), às 13h30, no Auditório I LED Instituto Anísio Teixeira – IAT (Estrada das Muriçocas, s/n, Paralela, Salvador), representantes de 23 municípios baianos prioritários para o enfrentamento da dengue participam do Seminário de Sensibilização de Gestores Municipais e Parceiros do Projeto de Mobilização Social para a Prevenção e o Controle da Dengue no Estado. O evento acontecerá em Salvador e será transmitido por videoconferência para 17 salas do interior da Bahia. O objetivo do encontro é apresentar os resultados do Projeto até 2013, a situação epidemiológica e entomológica da dengue, em cada um dos 23 municípios contemplados, como também as novas estratégias metodológicas do Projeto para 2014/2015.

No município de Itaberaba, o Seminário será transmitido no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, localizado na Rua Joel Presidio, S/N – São Jõao. O evento é destinado aos prefeitos, secretários municipais, parceiros, coordenadores e articuladores do projeto, ou seja, todos os envolvidos que vêm contribuindo para o desenvolvimento das ações contra a dengue nos municípios.

O Projeto, iniciado em 2010, vem sendo operacionalizado pela Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), sob o acompanhamento do Comitê Estadual de Mobilização Social de Prevenção e Controle da Dengue e a coordenação da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O propósito do Projeto é realizar, diante da complexidade da dengue, o fortalecimento do trabalho de mobilização social para a prevenção e o controle dessa doença, articulando diferentes atores sociais, na perspectiva de planejar, construir estratégias e compartilhar experiências exitosas, fomentando a gestão participativa para conexão de pessoas e instituições em torno de um objetivo comum, de forma conjunta e continuada.

Atualmente o Projeto abrange 23 municípios baianos, considerados prioritários, por apresentarem alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti e casos de óbito: Alagoinhas, Bom Jesus da Lapa, Camaçari, Conceição de Coité, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Senhor do Bonfim, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença, e Vitória da Conquista.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.