AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Delator diz ter pago R$ 1 milhão em propina para Agripino Maia

agripino
A acusação a Agripino foi feita em delação premiada do empresário George Olímpio ao Ministério Público | FOTO: Reprodução |

O senador Agripino Maia (DEM-RN), coordenador da campanha do candidato à presidência pelo PSDB, Aécio Neves, foi acusado por um empresário do Rio Grande do Norte de receber propina de R$ 1 milhão. O valor teria sido cobrado para aprovação de uma lei que tornaria obrigatório a inspeção veicular no estado. A denúncia foi exibida pelo programa “Fantástico”, da TV Globo, neste domingo (22). De acordo com a reportagem, a acusação a Agripino foi feita em delação premiada do empresário George Olímpio ao Ministério Público.

De acordo com Olímpio, o pedido de mais de R$ 1 milhão em propina foi feito pelo senador em 2010. “Para mim, aquilo foi um aviso bastante claro de que ou você participa ou você perde a inspeção. Uma forma muito sutil, mas uma forma de chantagem. R$ 1,150 milhão foram dados em troca de manter a inspeção”, explicou. Ainda segundo o delator, o esquema de pagamento de propinas envolvia, também, a ex-governadora e atual vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB) e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PMDB).

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas