CidadesCuriosidadesMenu Principal

Salvador: 3º Enlesbi promove visibilidade lésbica e de mulheres bissexuais na Bahia

foto
A abertura da ação acontece com a 2ª Caminhada, no próximo domingo (30), com a concentração no Farol da Barra, às 15h | FOTO: Reprodução |

Salvador está prestes a sediar o 3º Encontro de Lésbicas e Bissexuais da Bahia (Enlesbi), no Grande Hotel da Barra, de 30 de agosto a 01 de setembro. O encontro é fruto de iniciativa conjunta do Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade (Nugsex Diadorim) da UNEB, do Fórum Enlesbi, da Liga Brasileira de Lésbicas (LBL), do Fórum Baiano LGBT e do Grupo Amuleto. E consiste numa ação das políticas de Gênero e LGBT, que tem como intuito promover um espaço de empoderamento, de debates acerca das questões da saúde e bem estar da comunidade lésbica e bissexual e proporcionar o compartilhamento de experiências no ativismo e de enfrentamento às violências.

A programação conta com rodas de conversa, oficinas temáticas, apresentações culturais, exposições, painéis de experiências e a 2ª Caminhada da Visibilidade de Lésbicas e Mulheres Bissexuais da Bahia. A abertura da ação acontece com a 2ª Caminhada, no próximo domingo (30), com a concentração no Farol da Barra, às 15h. Essa atividade tem o intuito de denunciar o cenário de violência e vulnerabilidade ao qual estão submetidas as lésbicas e mulheres bissexuais e também celebrar o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, comemorado no dia 29 de agosto. A preparação para a atividade será iniciada às 13h, no Porto da Barra.

Durante a programação serão discutidos temas como “Lesbianidade e Feminismo”, “Educação para a Diversidade” e “Autonomia e Mundo do Trabalho”. O 3º Enlesbi conta com o apoio das Secretarias Estaduais da Educação (SEC), da Saúde (SESAB), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (SEPROMI), de Políticas para Mulheres (SPM).

Sobre o 3º Enlesbi
O encontro fomenta, em especial, a criação de redes de solidariedade, produção e difusão de conhecimentos relevantes para o referido segmento e para subsidiar as políticas públicas com foco no bem viver da população LGBT. Nessa perspectiva, o 3º Enlesbi se apresenta no cenário LGBT da Bahia como uma ação formativa de educação para a diversidade e cuidado de si, ao tempo que se apresenta como um espaço de mapeamento de vulnerabilidades e potencialidades do segmento de lésbicas e mulheres bissexuais.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios