CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Bahia: Devolução de verbas por gestores com contas rejeitadas passa dos R$35 mi

jh
O ex-prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro, terá de devolver R$ 1,421 milhão | FOTO: Jornal da Chapada |

A lista de gestores públicos com contas rejeitadas publicada pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) na última quarta-feira (27), mostrou quanto chega a dívida dos políticos que precisam devolver verbas aos cofres públicos por conta de irregularidades, além de seus nomes. O valor chegou a R$ 35.857.460,59.

O prefeito de Itapicuru, José Moreira de Carvalho Neto, teve a maior condenação: o TCM pediu o ressarcimento de R$ 5,591 milhões. Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de Porto Seguro, José Ubaldino Pinto Júnior, e o ex-gestor do Fundo Municipal de Saúde, Uldorico Alves Pinto, condenados a devolver R$ 2,362 milhões. Na lista também aparecem o ex-prefeito de Casa Nova, Orlando Nunes Xavier (R$ 2,216 milhões); o prefeito de Itabela, Paulo Ernesto Pessanha da Silva (R$ 2,175 milhões); e o ex-prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (R$ 1,421 milhão).

O presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, entregou o levantamento na tarde desta quarta ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Carlos Alberto Simões Hirs, e ao procurador regional eleitoral, Ruy Nestor Bastos Mello. A partir da lista, o TRE deve definir os políticos que estarão inelegíveis para concorrer às eleições municipais de 2016. Com informações do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios