AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Chapada: Lajedinho começa a se reorganizar após temporal do fim de semana

paulo
As duas enchentes aconteceram porque um canal de macrodrenagem, que corta a cidade, não suportou o volume de água da chuva e transbordou | FOTO: Reprodução/Defesa Civil |

Depois de passadas as chuvas que caíram em Lajedinho, cidade da Chapada Diamantina, no último fim de semana, chegando aos impressionantes 210mm entre a última sexta-feira (31) e o domingo (2), a população começou a se mobilizar para reorganizar a vida no local. Muitos realizaram faxinas nas casas invadidas pela tromba d’água do Rio Saracura e os que não puderam retornar para suas residências ocuparam as 94 casas disponibilizadas pela prefeitura. Não houve registro de mortes ou feridos.

Segundo a Defesa Civil, foi decretada situação de emergência na cidade. O alojamento das famílias desabrigadas nessas casas foi uma medida de emergência liberada pela Caixa Econômica Federal, já que fazem parte do programa federal ‘Minha Casa, Minha Vida’. Os imóveis ficam em um conjunto habitacional, na parte alta da cidade, fora da zona de risco. A obra começou em 2014 para abrigar 231 famílias atingidas na enxurrada de 2013, mas não foi concluída e está sem o sistema de água e esgoto.

Leia também
Chapada: Cachoeira da Fumaça impressiona com volume de água que ganhou da chuva; confira
Chapada: Cachoeira do Buracão encanta ainda mais com o volume de água após as chuvas
Chapada: Mais de 100 famílias desabrigadas em Lajedinho após chuva; Otto pede celeridade a Rui

foto
Os imóveis entregues aos desabrigados ficam em um conjunto habitacional, na parte alta da cidade, fora da zona de risco | FOTO: Divulgação/Defesa Civil |

“Estamos providenciando sanitários químicos e carros-pipa para assistir as famílias que foram atingidas”, disse o prefeito Marcos Mota (PSD). Conforme Edmundo Carvalho, coordenador da Defesa Civil do município, os imóveis serão das famílias, não é aluguel ou empréstimo da prefeitura. Carvalho explicou que, no total, são 231 casas. Inicialmente, foram liberadas as 94, mas na tarde de domingo (2), o prefeito da cidade informou a liberação dos outros 137 imóveis. Máquinas foram usadas para limpar a sujeiras na parte baixa da cidade, a mais atingida pela enchente.

Segundo Carvalho, com a chuva da madrugada de sábado, algumas casas tiveram rachaduras e muitas famílias perderam bens materiais, como móveis e eletrodomésticos. Alguns estabelecimentos comerciais também tiveram prejuízos. Em um mercadinho, produtos foram levados pela chuva e ficaram espalhados. A água chegou a alcançar cerca de dois metros de altura em algumas residências. Mesmo quem mora na parte alta, como a aposentada Zilda de Oliveira, também voltou a sofrer com as chuvas. Ela diz que a água chegou próximo ao teto da casa.

Leia também
Campanha da Cipe na Chapada Diamantina arrecada donativos para desabrigados em Lajedinho
Chapada: Volume da Cachoeira do Ferro Doido deixa turistas boquiabertos em Morro do Chapéu
Chapada: Tromba d’água é registrada em vídeo no Rio Piaba entre Andaraí e Mucugê; confira

foto6
Crianças tentam voltar à normalidade praticando esporte em quadra do conjunto habitacional liberado pela prefeitura | FOTO: Divulgação/Defesa Civil |

“Estragou meu fogão e minha geladeira. A geladeira está toda enferrujada. Só quando Deus me ajudar para eu comprar outra”, afirmou. Em 2013, a aposentada já tinha perdido três familiares por conta da enchente que atingiu Lajedinho. Dona Adezilda também voltou a ter a casa inundada pela segunda vez em quatro anos. “Destruiu quase tudo, daí é só jogar no mato. Colchão, tudo, enfim. Agora é pedir sorte a Deus”, lamentou.

As duas enchentes aconteceram porque um canal de macrodrenagem, que corta a cidade, não suportou o volume de água da chuva e transbordou. Segundo a prefeitura de Lajedinho, é necessário ampliar a largura do canal de cinco para 30 metros, e a profundidade de dois para 15 metros. A obra está prevista desde que aconteceu a primeira enchente, mas ainda não começou. A prefeitura diz que a obra é de responsabilidade dos governos federal e estadual, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder). Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Chuva em Lajedinho 1 – Jailton Rodrigues

Chuva em Lajedinho 2 – Jailton Rodrigues

Chuva em Lajedinho 3 – Edmundo Carvalho

Veja fotos da chuva em Lajedinho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas