Chapada: Wagner sedia seminário e amplia debates com produtores sobre ovinocultura

Postado em ago 17 2017 - 5:56pm por Jornal da Chapada
foto

Foram debatidos no evento a comercialização e abatedouros de ovinos, demanda de matéria orgânica, fontes disponíveis e aproveitamento de dejetos de ovinos | FOTO: Divulgação |

O município de Wagner, na Chapada Diamantina, sediou na última sexta-feira (11) o ‘1º Seminário de Semiconfinamento e Confinamento de Ovinos’. Organizado pelo ‘Grupo Banana do Vale’, o evento foi prestigiado por produtores do município e da região chapadeira. A abertura aconteceu no auditório do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) e foi realizada pelo prefeito local, Elter Bastos (PSL).

Durante o seminário, houveram palestras com profissionais especializados nas áreas de reprodução, alimentação e comercialização dos animais. Destaque para o relato sobre ‘Panorama da Ovinocultura na Bahia’, proferido pelo doutor Augusto José Pereira de Mesquita, médico veterinário, coordenador do programa de sanidade dos caprinos e ovinos da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab).

foto5

Mais de 250 criadores puderam obter diferentes conhecimentos sobre a sanidade na ovinocultura | FOTO: Divulgação |

O médico veterinário Eudo Barros, da Adab de Ruy Barbosa, também na Chapada Diamantina falou sobre sanidade na ovinocultura. Já a responsabilidade de abordar o tema do seminário, que foi confinamento e semiconfinamento de ovinos, manejos e resultados, foi do doutor Rosendo Lopes, representante da Tortuga.

Ainda foi discutido no evento com os produtores em Wagner, a comercialização e abatedouros de ovinos, demanda de matéria orgânica, fontes disponíveis e aproveitamento de dejetos de ovinos. Mais de 250 criadores puderam obter mais conhecimentos sobre a sanidade na ovinocultura.

Veja mais imagens

Este slideshow necessita de JavaScript.

A parte prática do seminário aconteceu em uma visita técnica aos campos da Frutevru, na zona rural de Wagner, onde os participantes também conheceram a criação de ovinos da fazenda e viram os novos sistemas de manejo dos animais, bem como o aproveitamento do esterco como composto orgânico para ser usado nas lavouras.

De acordo com os organizadores, a ovinocultura já tem uma história em nosso país desde a vinda dos primeiros exploradores europeus, “embora a preferência dos brasileiros ainda esteja focada nas carnes bovina e suína, além da carne das aves”. O Nordeste é referência nacional quando o assunto é criação de ovinos.

O estado baiano reúne um acervo genético excelente de raças especializadas na produção de carne e esse tipo de evento ajuda a difundir novas técnicas para o melhoramento genético. Esse seminário em Wagner foi apoiado pela Sicoob, Adab, DSM, Tortuga, Frutevru, Rancho do Major, Cetep e prefeitura municipal de Wagner.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.