Chapada: Novas acusações de negligência médica são feitas contra o Hospital de Ituaçu

Postado em mar 8 2018 - 4:59pm por Jornal da Chapada
foto5

O Jornal da Chapada procurou os diretores da instituição para falar sobre o caso e conversou com o diretor clínico, Hugo Luz | FOTO: Divulgação |

Mais uma vez o Hospital Municipal de Ituaçu, no município da Chapada Diamantina, é motivo de acusações por parte de usuários. No mês passado houve o caso do erro em troca de sonda em um idoso. Esta semana uma família se pronunciou contra a instituição médica. O pai teria recebido alta mesmo necessitando de atendimento. Este senhor sofreu um acidente grave e no Hospital de Ituaçu, onde inclusive fez exame de raio-x, teria recebido alta após confirmação de que o que ele tinha não passavam de ferimentos menores. No entanto, este homem sofreu com muitas dores nos dias seguintes e ficou sem conseguir andar.

Ao ser levado para um hospital em Vitória da Conquista pela família teria sido constatado que havia seis costelas quebradas, fêmur deslocado e quadril quebrado. Segundo os familiares, só aí pôde receber o tratamento eficaz para sua melhora. Muitas pessoas próximas comentaram o caso nas redes sociais dos familiares do acidentado. Dentre as mensagens de apoio, há mais queixas contra o Hospital de Ituaçu. O Jornal da Chapada procurou os diretores da instituição para falar sobre o caso e conversou com o diretor clínico, Hugo Luz. Ele afirmou ter sido o responsável pelo primeiro atendimento a todas as vítimas do referido acidente.

“Sempre deixo esse tipo de paciente em observação por 12h, solicitei o raio-x para ser analisado no dia seguinte”, afirmou Luz. De acordo com o diretor, o outro plantonista, Danilo Azevedo, afirmou ter visto o paciente sair, o que seria impossível com uma luxação no quadril. “Trabalhamos com o que temos, não é hospital de excelência, mas com o pouco que temos conseguimos fazer muito”, disse o médico. Hugo disse que se for apresentado o laudo feito em Vitória da Conquista, os dois diagnósticos podem ser confrontados, com o raio x constando as fraturas. “Se realmente houve tudo isso, se for provado com as imagens, pediremos para o doutor se explicar”, afirmou o diretor clínico do Hospital Municipal de Ituaçu, Hugo Luz.

Por Adalício Neto / Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.