#Bahia: Prefeitura de Vitória da Conquista proíbe manifestações de servidores nas repartições públicas

Postado em jul 21 2018 - 12:48pm por Jornal da Chapada

A presidente do SIMMP, Ana Cristina Silva Novais, declarou que a medida simboliza um retorno às práticas comuns na ditadura, quando o trabalhador não tinha o direito de se manifestar | FOTO: Blog do Anderson |

A prefeitura de Vitória da Conquista, no sudoeste do Estado, proibiu, conforme ofício emitido na última quinta-feira (19), os servidores municipais de promoverem manifestações nas repartições públicas. O documento foi assinado pela Secretaria de Administração e entregue ao Sindicato do Magistério Municipal Público (SIMMP), que anunciou greve a partir deste sábado (21).

“No intuito único de não ocorrer possíveis punições disciplinares aos servidores públicos vinculados ao sindicato, não será aceito no interior de qualquer um dos recintos das repartições públicas do município de Vitória da Conquista, Bahia, servidores promoverem manifestação de apreço ou desapreço e caso isso venha a ocorrer serão adotadas medidas administrativas para apuração do fato com a devida punição”, diz um trecho do comunicado.

Em entrevista ao Blog do Anderson, a presidente do SIMMP, Ana Cristina Silva Novais, declarou que a medida simboliza um retorno às práticas comuns na ditadura, quando o trabalhador não tinha o direito de se manifestar. A entidade reivindica o reajuste de 6,81% como indicado pelo Ministério da Educação, mas a proposta da gestão municipal é de 2,76%. Além disso, eles protestam contra a desvalorização profissional, o “achatamento salarial” e a perda de direitos da categoria. As informações são do Bahia Notícias e do Blog do Anderson.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.