Chapada: Suíca diz que vai denunciar gerente regional da Embasa por falta de água em Boa Vista do Tupim

Publicidade
Postado em mar 20 2019 - 9:15am por Jornal da Chapada
capa34

Suíca cobra que o governador Rui Costa chame a atenção para isso. “Vai deixar o povo morrer, por causa de um menino, por causa de um irresponsável?” | FOTO: Divulgação |

O sofrimento pela falta de água das 400 famílias que vivem do bairro Sem Teto Nova Olinda 2 pode está sendo tratado como moeda de troca na política do município de Boa Vista do Tupim, na Chapada Diamantina. A afirmação é do vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), que foi candidato a deputado estadual em 2018 e foi votado por 825 eleitores. Com sua referência eleitoral debaixo do braço, o edil petista entrou em contato com o Jornal da Chapada para dizer que vai denunciar o gerente regional da Embasa, Gustavo Magalhães, ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) por deixar que o projeto de ampliação do sistema de abastecimento de água seja impedido de iniciar por causa de ‘querela’ política.

“Tão usando o sofrimento das famílias para realizarem política. Um ex-prefeito pediu para que a obra fosse retardada para que ele pudesse anunciar primeiro. Isso é um absurdo. Não me interessa de qual lado você é, de qual agremiação ou grupo político, o importante é trabalhar para o povo e não usar seu sofrimento para se promover. E isso tem resultado direto na sua atuação, quando esteve no governo foi prefeito de um mandato só. Agora usou o gerente da Embasa, que deve se responsabilizar por permitir isso. Um engravatado com padrinho político que massacra famílias pobres, isso tem de ser dito e denunciado, o povo não é besta”, dispara Suíca. A obra de ampliação do sistema de abastecimento de água no bairro do município de Boa Vista do Tupim foi solicitada pela prefeitura em 2015 – na época da doação do terreno que hoje forma o Sem Teto Nova Olinda 2.

Nisso entra o vereador Neto do MST (PT), que apoiou Suíca na última eleição e que vem cobrando o início das obras há meses. “A Embasa não atendeu porque a obra tem pai e mãe e eles que deveriam entregar. Só que se entregaram quando a secretária do gerente regional ligou para o vereador Neto e disse que era para ele entrar em contato com o ex-prefeito, pois ele que iria anunciar a obra. Quer dizer, além de se recusar a atender um pleito já conquistado, não teve coragem de ligar e mandou recado. Não importa quem vai inaugurar, tem de cumprir o que o povo precisa”, completa Suíca por telefone ao Jornal da Chapada.

“Na verdade, ele abandonou a cidade depois da derrota e isso também tem de ser dito. O que não me conforma é um representante do governo não atender uma autoridade constituída pelo voto popular que são os vereadores que dão sustentação ao governo Rui Costa no interior. É coisa de moleque, passível de denúncia ao MP-BA, é para exoneração. Isso é o que acontece quando se dá responsabilidade a garoto. Dou responsabilidade para a juventude, mas oferece a um garoto que não tem nenhum compromisso com o social, isso não é compreensivo da minha parte. Ou quer agradar o deputado dele que se elegeu com o voto da água ou quer fazer a mesma coisa que os coronéis faziam – o voto pelo carro pipa”. Suíca cobra que o governador Rui Costa chame a atenção para isso. “Vai deixar o povo morrer, por causa de um menino, por causa de um irresponsável?”

Jornal da Chapada

Leia também

Chapada: Vereador de Boa Vista do Tupim Neto do MST volta a cobrar da Embasa água para os Sem Tetos

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.