CidadesCuriosidadesEsportesMenu Principal
Trending

Chapada: Comunidade em Nova Redenção recebe mais de 500 mudas de árvores em projeto de preservação ambiental

Das 500 mudas de árvores, 80 são de itapicuru, 60 de pau-ferro, 61 de pata de vaca e muitas outras árvores nativas.

A comunidade de Adriano, localizada no município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, foi beneficiada na última quarta-feira (27), pelo projeto de recuperação e reflorestamento do Parque Municipal que leva o nome do lugar. O Parque Natural Municipal de Nova Redenção rota do Paraguaçu e Grutas (PNMRPG) foi criado através da Lei nº151 de 6 de junho de 2017 e agora recebeu mais de 500 mudas de árvores, sendo 80 mudas de itapicuru, 60 mudas de pau-ferro, 61 de pata de vaca e muitas outras árvores nativas.

A equipe da Secretaria de Turismo e Meio Ambiente da gestão municipal ‘Governo da Reconstrução’, da prefeita Guilma Soares (PT), com o secretário Édipo Moura, o coordenador de Meio Ambiente Marcos Assis e o assessor Robson Alves, se mobilizou junto ao Ibama e PrevFogo com a Brigada Rosely Nunes, e conseguiram as plantas para o projeto. “Essa parceria é de grande importância para cumprir nossa parte de preservar a natureza. Agradecemos a parceria da equipe Prevfogo, que participou ativamente dessas atividades”, disse a gestão em suas redes sociais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O projeto propõe a recuperação das Áreas de Preservação Permanente (APPs), das nascentes e matas ciliares no município de Nova Redenção, não só como ponto de partida estratégico para recuperação dos recursos hídricos, mas também para preservar a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora. Além de proteger o solo, gerar trabalho, manter e ampliar a beleza cênica de uma paisagem, e assegurar o bem-estar das populações humanas.

O assessor Robson conversou com o Jornal da Chapada sobre esse momento. “Foi a segunda atividade, pois estávamos esperando as chuvas para fazer o plantio. Meses antes foi feito um cercamento da área, isolando e criando um corredor para animais como cavalos e gado. Eles têm acesso à água e podem passar sem pisotear as plantas”, contou. Ele disse ainda que, ao final dos trabalhos, aconteceu uma confraternização com um almoço para todos os participantes.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas