Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

“Com Lula no time, vamos recolocar o Brasil de volta no rumo do desenvolvimento”, diz Valmir

Para o deputado baiano, o jogo de futebol foi considerado uma celebração das forças progressistas e democráticas do país.

Um dos jogadores do time que encabeçou a luta pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) entrou em campo, no último domingo (22), para defender o time do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), durante partida de confraternização em São Paulo. Mas não foi o suficiente para sair de campo com uma vitória. Mesmo jogando em casa, em seu campo, na Escola Nacional Florestan Fernandes, a equipe ‘Amigos do MST’ foi vencida por 2 x 1 na partida contra o time ‘Amigos de Lula e Chico Buarque’. O evento reuniu mais de 4 mil pessoas e marcou o final de ano para os militantes petistas e de movimentos sociais.

Para o deputado baiano, o jogo de futebol foi considerado uma celebração das forças progressistas e democráticas do país. “Com Lula no time, vamos recolocar o Brasil de volta no rumo do desenvolvimento. Não tenho dúvida que 2020 será um ano de muitos embates, e nossa equipe está reforçada. Agora vamos seguir no ataque, a intenção é bloquear o avanço do ultraconservadorismo implantado por Bolsonaro. Temos de parar com essa gestão desastrosa. Bolsonaro está envolvido com milícias e com inúmeras denúncias. Além do mais, seu governo só tem retirado direitos, e acentuado a violência no campo e nas cidades com medidas como a posse de arma e a MP da Grilagem”, declara Valmir.

O ex-presidente Lula esteve no centro de formação do MST em São Paulo com inúmeros políticos de sua base e com músicos e intelectuais como os cantores Chico Buarque, Chico César, Otto e Renato Braz, além de Fernando Haddad, Eduardo Suplicy, os jornalistas Juca Kfouri e José Trajano, Xico Sá, entre outros nomes. “Toca para o Lula que ele tá livre”, brincou Chico Buarque, segundo o perfil oficial do ex-presidente. Lula foi autor de um dos gols da vitória do seu time sobre o MST. O petista deixou a bola no fundo das redes em uma cobrança de falta com estilo, mandando a bola para um lado e o goleiro para o outro. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios