CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde
Trending

#Salvador: ACM Neto diz que “não há indício de segunda onda”, mas alerta para desaceleração da queda de contágio

A fala do democrata é semelhante ao posicionamento do secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas.

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou, em coletiva realizada na manhã desta terça-feira (27), que “não há nenhum indício de que a capital possa viver uma segunda onda” da covid-19. No entanto, o atual gestor advertiu para a desaceleração do percentual da queda de contágio da doença.

Segundo ele, isso “deve servir de alerta para as pessoas”. A fala do democrata é semelhante ao posicionamento do secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas. Na última segunda (26), o titular da pasta no estado se manifestou sobre o tema nas redes sociais.

O titular da Saúde disse que a Bahia está em uma situação de platô da curva de contaminação da covid-19, mas alertou para a possibilidade de uma “retomada do processo de contágio”.

“Os gráficos mostram claramente o atingimento de um platô tanto no número de casos ativos quanto nos casos novos. Esse platô, na sequência da forte redução que vinha ocorrendo, significa uma retomada do processo de contágio”, escreveu.

“Não podemos chamar de segunda onda, muito menos semelhante ao que está ocorrendo na Europa, mas esses dados nos alertam sobre as consequências do descontrole que está ocorrendo em algumas cidades”, acrescentou o titular da pasta. As informações são do site Política Livre.

Veja publicação do Secretário estadual de Saúde

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios