CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Bahia: Valmir repudia ameaças sofridas por prefeita de Cachoeira e pede atuação da CDHM da Câmara

Assunção quer intervenção urgente e apuração do caso que atinge uma mulher negra que chegou ao cargo maior do Executivo municipal pela primeira vez.

O deputado federal Valmir Assunção repudiou as ameaças contra a prefeita do município de Cachoeira, no recôncavo baiano, Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), e encaminhou oficio para pedir atuação da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados junto aos órgãos de segurança relacionados aos governos federal e estadual. Nesta terça-feira (20), o parlamentar lembrou que pessoas ligadas à campanha da prefeita baiana têm sofrido ataques desde a eleição de 2020, sendo que duas pessoas já foram assassinadas. Assunção quer intervenção urgente e apuração do caso que atinge uma mulher negra que chegou ao cargo maior do Executivo municipal pela primeira vez.

“É inadmissível que situações como essa ainda aconteçam em um estado democrático de direito. Como o Brasil tem exemplo de um governo federal antidemocrático e que ameaça todos os dias a vida de milhões de brasileiros, isso tem se tornado comum. Casos como o de Marielle Franco marcaram negativamente nossa história e é preciso que se tenham garantias para o exercício do mandato da prefeita de Cachoeira. Eliana Gonzaga é uma mulher negra, agricultora e está exercendo seu primeiro mandato, ela foi escolhida pelo povo e essas intimidações são para tentar tirá-la do cargo”, declara Valmir. Entre o final de 2020 e março de 2021, dois correligionários que participaram da campanha da prefeita de Cachoeira foram assassinados.

O primeiro, Ivan Passos, de Capueiruçu, foi morto a tiros. O segundo se chamava Giorlando Silva, vereador, também foi morto com 19 tiros no rosto, em frente à delegacia da cidade, no último dia 7 de março de 2021. Eliana Gonzaga derrotou Fernando da Silva Pereira, que foi prefeito por três mandatos. O caso de ameaças contra a gestora já foi relatado em veículos de comunicação e dois boletins de ocorrência foram registrados na delegacia do município. Segundo a prefeita, informações de populares revelam que existe uma lista de nomes de pessoas ligadas à sua campanha que são apontadas como próximos alvos, incluindo familiares dela. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios