CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúdeTop
Trending

#Bahia: Após reunião da CIB, estado decide retomar vacinação contra a covid-19 de adolescentes sem comorbidades

Reunião contou com representantes dos 417 municípios baianos, além de profissionais de saúde. Imunização desse púbico foi suspensa, após recomendação do Ministério da Saúde.

Após reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada na manhã desta sexta-feira (17), ficou decidido o retorno imediato da vacinação dos adolescentes acima de 12 anos, com ou sem comorbidades, no estado da Bahia.

A deliberação da CIB é contrária à recomendação do Ministério da Saúde, feita na quinta-feira (16). Por causa da recomendação, a vacinação de adolescentes sem comorbidades foi suspensa em Salvador e outras cidades baianas, na quinta. Nesta sexta, o esquema de imunização seguia sem incluir esse público.

Não foi informado, contudo, se a retomada da vacinação de adolescentes sem comorbidades já vale a partir desta sexta.

Segundo informações da secretária da Saúde da Bahia em exercício, Tereza Paim, a decisão foi tomada após a participação dos médicos especialistas, membros da Sociedade Baiana de Infectologia, Miralba Freire e Antonio Bandeira.

Ainda segundo Paim, a Sociedade Brasileira de Infectologia emitiu, na manhã desta sexta-feira, uma nota técnica da Sociedade Brasileira de Infectologia, confirmando a importância de vacinar os adolescentes.

“Essa decisão está respaldada em reunião da CIB, que acabou de acontecer, com o grupo de 417 municípios, secretários de saúde municipais, e respaldada técnico e cientificamente pela preidente da Sociedade Baiana de Infectologia e pelo médico do corpo diretivo da Sociedade Brasileira de Infectologia, e componente da nosso diretoria de vigilância epidemiológica. Portanto, a retomada será realizada com o grupo, tanto com comorbidade como adolescentes saudáveis”

A aplicação da vacina contra a Covid-19 em adolescentes foi suspensa na manhã de quinta-feira (16) em Salvador, após recomendação do Ministério da Saúde. A decisão da pasta foi tomada dentro de um contexto de aumento dos relatos de falta de vacinas no país, sobretudo para a segunda dose.

Já havia muita gente nas filas dos pontos de vacinação, quando a suspensão foi anunciada. Em uma da unidades, no bairro dos Dendezeiros, houve um princípio de confusão, mas que foi controlado momentos depois. As informações são do G1 Bahia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios