Falta de estrutura dificulta ação de brigadistas voluntários na Chapada Diamantina

Postado em dez 20 2015 - 9:32am por Jornal da Chapada
foto5

São mais de 50 dias de fogo na região da Chapada Diamantina | FOTO: Dmitri de Igatu |

Já se passaram quase dois meses de incêndios indiscriminados em várias regiões da Chapada Diamantina e brigadistas voluntários ainda não têm infraestrutura necessária para continuar seus trabalhos. Dessa vez foi a região do Marimbus, em Andaraí, que sofreu a ameaça das chamas que já atingem a região da Chapada há mais de 50 dias. Na tarde do sábado (20), o fogo foi controlado, mas de acordo com o presidente da brigada dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira, os brigadistas tentaram há dois dias seguir para o Marimbus para combater o fogo, mas não podiam por falta de transporte. “Não temos carro para sair, precisamos de um 4×4, para pegarmos uma estrada de areia. Esperamos conseguir fazer isso o mais rápido possível e evitar que caso como esse se repita”, afirmou Homero.

foto5

Homero Vieira segue atuação, mas a fala de estrutura atrapalha os combates na região | FOTO: Divulgação |

Leia também:
Fogo na Chapada: Incêndio continua a consumir Parque Estadual em Miguel Calmon

Fogo na Chapada: Novo foco é identificado entre Andaraí e Lençóis e ameaça comunidade quilombola

Brigadistas seguem monitoramento e rescaldo no Capão; Venezuela faz matéria sobre os incêndios

Secretário do Meio Ambiente pede união de forças em prol da Chapada Diamantina

Segundo ele, da forma como os brigadistas têm lutado é impossível debelar o fogo. “Nesse momento, em que deixamos de combater por dois dias seguidos as chamas só fazem se alastrar”, informa Vieira. Os voluntários continuam a solicitar a ajuda do Exército com pessoal e equipamentos como aeronaves e carros. “Se mais de 50 dias a Chapada está queimando é por conta da negligência do estado e união. Precisamos do Exército ou que Deus nos mande chuva”, roga Homero.

A preocupação das pessoas envolvidas com os combates não é apenas com a fauna e flora do ecossistema local. “A quantidade de gás carbônico que está sendo jogada na atmosfera é imensa e um dano a todo o planeta, não só a Chapada ou ao Brasil”, revelou o presidente da Cifa. Homero ainda cita o filósofo chinês Confúcio para voltar a criticar a falta de organização nos combates aos incêndios. “Faço minhas as palavras de Confúcio: A calamidade é inevitável quando um caráter fraco ocupa um lugar de honra, quando um medíocre se ocupa com grandes planos e poderes limitados, assumindo grandes responsabilidades”.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

6 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.