CidadesCuriosidadesEsportesMenu Principal

Pólo Aquático do Brasil vem treinar na nova piscina olímpica da Bahia

foto6
Com 3 metros de profundidade, o recém-construído equipamento reúne as condições adequadas para o treinamento desta modalidade | FOTO: Divulgação/Felipe Perroni |

Com 3 metros de profundidade, o recém-construído equipamento reúne as condições adequadas para o treinamento desta modalidade. A Seleção Brasileira de Pólo Aquático começa a partir do dia 21 até o próximo dia 3 de agosto uma fase específica de preparação na Nova Piscina Olímpica da Bahia para a disputa do ouro olímpico. Com 3 metros de profundidade, o recém-construído equipamento reúne as condições adequadas para o treinamento desta modalidade. A piscina foi uma obra do Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

O forte ritmo de treino, característica do trabalho do treinador da equipe brasileira, o croata e atual campeão olímpico Rakto Rudic, terá uma nova dinâmica, segundo informações da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Desde o ano passado, o Brasil mantém um volume grande de treinos e de trabalho fora d´água. E assim vai continuar até a entrada na Vila Olímpica carioca, em 03 de agosto, dia histórico e emocionante para o grupo. Foi há 32 anos, nos Jogos de Los Angeles, em 1984, a última participação do polo aquático brasileiro numa Olimpíada.

Competição
Junho passado, a equipe do Brasil disputou a Super Final da Liga Mundial de Polo Aquático Masculino, na cidade chinesa de Huizhou. Ano passado (2015) o Brasil conquistou o inédito bronze na Itália. A Super Final da Liga Mundial reuniu as oito melhores seleções das etapas classificatórias do campeonato, que somavam 18 nações: Austrália, Brasil, China, EUA, Grécia, Itália, Japão e Servia. E o Brasil, terceiro colocado em 2015, ficou com a 7ª colocação ao golear a anfitriã China por 16 a 4 (2-1, 3-0, 5-1 e 6-2).

Equipe base
O Pólo Aquático do Brasil tem uma equipe formada por: Felipe Perrone, Vinícius Antonelli, Jonas Crivella, Guilherme Gomes, Ivez Gonzalez, Paulo Salemi, Bernardo Gomes, Ádria Gonzalez, Felipe Silva, Bernardo Reis Rocha, Gustavo “Grummy” Guimarães, Josip Vrlic, Rudá Franco e Danilo Correa. O comando é do atual campeão olímpico, o técnico croata Ratko Rudic, auxiliado por Ângelo Coelho e Eduardo Abla, o Duda.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios