Chapada: Prefeitura de Utinga intensifica ações contra água contaminada por agrotóxicos

Postado em abr 22 2019 - 2:19pm por Jornal da Chapada
jc

O Rio Utinga é um dos maiores responsáveis pelo abastecimento de água em lares do município e outras cidades da região | FOTO: Jornal da Chapada |

Após a recente constatação por especialistas de que 271 cidades da Bahia têm água contaminada por agrotóxicos, a administração do prefeito de Utinga, na Chapada Diamantina, Joyuson Vieira (PSL), uma das cidades citadas, intensificou suas ações para combater esse mal. Desde seu primeiro mandato, há mais de dez anos, o gestor já se preocupava com as possíveis contaminações por agrotóxicos nas águas do rio Utinga.

Esse rio é um dos maiores responsáveis pelo abastecimento dos lares do município e outras cidades da região. Por isso, desde aquela época, Vieira defendeu e procurou implantar o projeto “água da Mariazinha”. Ele buscou apoio dos governos Estadual e Federal para o projeto e, em 2018, conseguiu iniciar a sua realização. A ideia é que as sejam casas abastecidas com a água do Rio Mariazinha, de boa qualidade e saudável, evitando assim o consumo de água contaminada.

Mucugê
Entre os municípios da Chapada Diamantina na lista da água com agrotóxico, além de Utinga, estão Wagner, Várzea da Roça, Seabra, Ruy Barbosa, Rio de Contas, Palmeiras, Nova Redenção, Morro do Chapéu, Marcionílio Souza, Mairi, Lençóis, Lajedinho, Jussiape, Jacobina, Ituaçu, Itaetê, Itaberaba, Iraquara, Iramaia, Iaçu, Brotas de Macaúbas, Bonito, Boninal, Boa Vista do Tupim, Andaraí e Mucugê.

Em Mucugê, uma reunião entre membros da prefeitura, vigilância sanitária e entidades do meio ambiente discutiu soluções acerca do resultado obtido pelo estudo na segunda-feira (22) na Câmara dos Vereadores. Jornal da Chapada com informações de assessoria e do Correio 24h.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.