CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Chapada: Policial militar ligado a prefeito ameaça moradores da zona rural de Seabra e agride deficiente físico

Segundo moradores, o grupo de homens possuem ligação com o atual prefeito de Seabra e o motivo das ameaças seria para conseguir votos da população.

Um caso de ameaça contra moradores da zona rural de Seabra, na Chapada Diamantina, gerou revolta após um grupo de homens armados intimidar a população de ‘Baixãozinho’, na última terça-feira (3). Um idoso, de idade não revelada, deficiente físico, chegou a ser agredido e ficou sob a mira de uma arma de grosso calibre conforme mostra vídeo enviado ao Jornal da Chapada.

Segundo moradores da zona rural, o grupo de homens possui ligação com o atual prefeito de Seabra e o motivo das ameaças seria para conseguir votos da população. “Um grupo do prefeito Fábio Lago Sul [PP] está andando armado na zona rural da cidade, causando medo nas pessoas, chegaram até a espancar um senhor de muletas. Tudo por desespero de votos”, denuncia fonte em relato ao Jornal da Chapada.

Em vídeo enviado para a equipe de reportagem, é possível ver moradores locais durante a discussão com o policial militar identificado como ‘Tigrão’. O homem chega a apontar uma arma de grosso calibre contra os moradores. De acordo com o boletim de ocorrência, a guarnição da Polícia Militar da 29⁰ CIPM foi acionada para atender uma ocorrência envolvendo o policial militar chamado ‘Carlos Antônio dos Santos’.

“Segundo testemunhas, durante a campanha eleitoral no povoado de ‘Baixãozinho’, zona rural de Seabra, teria sacado uma espingarda [escopeta, calibre 12] e apontado para populares após uma discussão política, bem como perpetrado agressões para o Sr. Moacir Francisco Oliveira”, aponta o boletim.

Ao chegar no local, a Polícia Militar avistou uma aglomeração de pessoas juntamente com a guarnição da DPM de Boninal. Contudo, o acusado não estava no local, e em seguida a vítima juntamente com as testemunhas foram conduzidas a Delegacia Territorial para serem tomadas as medidas cabíveis.

“Os que estavam na companhia do policial aposentado são todos elementos perigosos, tinha até um ex-presidiário. Tudo isso só para intimidar as pessoas ou colocar medo”, explica o denunciante, que preferiu não se identificar com medo de retaliação. Até o fechamento desta matéria, a reportagem do site não conseguiu contato com o atual prefeito Fábio Lago Sul, mas deixa o espaço aberto para o contraditório.

Jornal da Chapada

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios