Chapada: Jacobina recebe chapa majoritária da oposição e debate projeto

souto

Paulo Souto durante evento em Jacobina | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

O Clube 2 de Janeiro ficou pequeno para o grande público que foi se encontrar com a chapa de pré-candidatos da oposição, liderada por Paulo Souto, no final da manhã deste sábado (24), em Jacobina. “Eu vim ver quem fez e pode fazer ainda mais pela gente da Chapada, que está abandonada”, disse em meio a políticos, lideranças regionais e outros populares, o trabalhador rural Joaquim Soares, de Piritiba, cidade vizinha.

O sentimento de esperança de Joaquim, sertanejo marcado pelas dificuldades da vida sob a escassez de água da região do semiárido, se generalizava nos aplausos, quando eram lembradas as realizações de Paulo Souto na região. “O reconhecimento é a maior recompensa do homem público. Fico feliz com os benefícios que trouxeram à região o programa de barragens que realizamos na Bacia do Rio Itapicuru”, assinalou Souto, ao lado dos pré-candidatos Joaci Góes, a vice e Geddel Vieira Lima, a senador.

Grato com as manifestações de apoio, Paulo Souto reafirmou o compromisso dele, de Joaci e Geddel com as pessoas que vivem no semiárido baiano. “Assim como Jacobina hoje tem os efeitos da seca atenuados com a Barragem de Pindobaçu, que construímos, vamos trabalhar pela continuidade desse programa de barragem que tanto melhorou as condições de vida da região”.

sout

População de Jacobina recebe comitiva da oposição para evento | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

Diante da plateia entusiasmada, Geddel Vieira Lima disse que o motivo não seria outro para todas aquelas pessoas estarem ali, senão a absoluta convicção de que baianos e baianas começam a entender a caminhada que se inicia, não em direção a apenas uma eleição, mas no rumo de uma nova Bahia.

O pré-candidato ao senado ainda destacou a importância do bolsa-família, que ainda poderá ser melhorado com Paulo Souto eleito, mas, que tão importante quanto este programa de transferência de renda, é melhorar a qualidade de educação do estado.
Entre políticos, como o presidente estadual do democratas, José Carlos Aleluia, os deputados federais, Fábio Souto, Lúcio Vieira Lima e Jutahy Magalhães e os estaduais, Paulo Azzi, Pedro Tavares, Elmar Nascimento e Tom Araújo, o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, lembrou que, nos governos de Paulo Souto, nunca professores e policiais foram perseguidos. Já o prefeito de Jacobina, Rui Macedo, considerou que a Bahia estará em boas mãos sob o comando de Paulo Souto e, no senado, Geddel.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.