Estudantes já podem realizar inscrições para projetos artísticos e culturais

face

O Festival Anual da Canção Estudantil é um dos projetos que os estudantes podem escolher | FOTO: Reprodução |

Os estudantes da rede estadual de ensino têm até o dia 11 de junho para inscrever trabalhos artísticos nas escolas da rede estadual. Os interessados podem escolher qualquer temática para participar nos distintos projetos desenvolvidos pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia: Festival Anual da Canção Estudantil (Face), Tempos de Arte Literária (TAL), Artes Visuais Estudantis (AVE), Educação Patrimonial e Artística (EPA) e Produção de Vídeos Estudantis (Prove).

Com a participação das 33 Diretorias Regionais de Educação da Bahia (Direc), que realizaram oficinas para promover e incentivar a participação de estudantes e professores, um total de 1.174 escolas aderiu aos projetos artísticos. Após as inscrições dos estudantes, as unidades escolares realizam a primeira fase, no período entre 14 de julho e 1º de agosto, com as culminâncias das experiências artísticas, como a realização de festivais, mostras de artes visuais, fílmicas e patrimoniais, além dos saraus literários. “Queremos criar um movimento estético que parta da percepção do estudante como atitude de entendimento do mundo”, destaca a coordenadora de Projetos Intersetoriais da Secretaria da Educação, Nide Nobre.

Portal da Educação
Para o processo de inscrição, os estudantes devem solicitar nas escolas os documentos e os termos de autorização disponibilizados no Portal da Educação. Basta acessar o endereço www.educacao.ba.gov.br/programasprojetos, escolher o projeto e clicar em ‘Documentos’. Os educandos só terão sua inscrição confirmada com a entrega da obra de arte estudantil e de todos os documentos preenchidos corretamente. A segunda fase consiste na inscrição das obras selecionadas nas Direc, que dizem respeito às culminâncias regionais, realçando as manifestações culturais de todo o Estado da Bahia.

Preparação
Neste primeiro semestre, as Direc realizaram oficinas para promover e incentivar os estudantes e professores a aderirem aos Projetos. Na Direc 1A, os participantes do II Workshop dos Projetos Estruturantes puderam participar de palestras, cursos e oficinas que abordavam sobre assuntos variados na diversidade artística e cultural. Já a cidade de Bom Jesus da Lapa foi sede de oficinas lítero-artísticas-musicais, promovidas pela Direc 26. Na ocasião, participaram escolas de 13 municípios da região.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.