Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Lua Sangrenta: Eclipse ocorre neste sábado, mas não poderá ser visto do Brasil

lua
Na realidade, o fenômeno não passa de uma coincidência de ilusão de ótica | FOTO: Reprodução/EBC |

Chamado popularmente de “Lua Sangrenta” ou “Lua de Sangue”, um eclipse lunar está previsto para a madrugada da sexta para sábado (4). O fenômeno em que a Lua é coberta pela sombra da Terra e acaba ficando avermelhada poderá ser visto da Ásia, região do Pacífico e América do Norte. Desta vez, os brasileiros não vão poder ver o eclipse. De acordo com informações da Nasa, o eclipse total (em que a Lua é completamente encoberta) deve durar apenas 12 minutos. O eclipse parcial deve durar cerca de três horas e meia e a penumbra (como a sombra começa a atingir a Lua) deve durar quatro horas e cinquenta minutos.

Esse vídeo da Nasa mostra como será o eclipse:

Essa é a terceira vez da chamada tétrade (quatro ocasiões) de eclipses lunares que estavam previstos para ocorrer entre 2014. O último eclipse da série será no 28 de setembro, quando o fenômeno poderá ser visto do Brasil e terá uma duração maior do que o eclipse deste sábado. Este eclipse será o único do ano possível de ser visto no Brasil.

Lua Sangrenta
Gráfico da Nasa mostra relação entre a Lua e a sombra da Terra.

Luas Sangrentas estão envoltas em atmosfera de folclore
Desde que o primeiro eclipse da tétrade começou a se aproximar, lendas (principalmente na internet) giraram em torno do fenômeno. Para Carlos Veiga, astrônomo do Observatório Nacional, há muito exagero por desconhecimento. “Correntes da astrologia e mesmo pessoas que tratam a história com mais sensacionalismo tendem e inventar coisas. Na realidade, o fenômeno não passa de uma coincidência de ilusão de ótica, não tão rara, em que a Terra fica entre a Lua e o Sol”, diz. Da Agência Brasil.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios