Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Atividade física contribui para prevenção e tratamento da osteoporose

foto5
A adoção de hábitos saudáveis como a prática de exercícios e o consumo de alimentos ricos em cálcio estão entre as recomendações | FOTO: Reprodução |

A prática regular de atividades físicas é uma importante aliada na prevenção e tratamento da osteoporose, doença metabólica sistêmica que acomete todos os ossos e, segundo o Ministério da Saúde (MS), atinge cerca de 10 milhões de brasileiros. Com predominância nos idosos, principalmente mulheres na pós-menopausa, a doença age silenciosamente provocando um enfraquecimento progressivo dos ossos, o que faz com que os portadores sejam acometidos com múltiplas fraturas.

A adoção de hábitos saudáveis como a prática de exercícios e o consumo de alimentos ricos em cálcio estão entre as recomendações MS e da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO) para prevenir e minimizar o aparecimento da doença na fase adulta. “A prática de atividade é uma importante aliada porque promove o aumento da força do músculo exercitado e, também, do osso.”, é o que explica o educador físico Neto Amorim, coordenador da unidade Vilas 2, da Rede de Academias Alpha Fitness. Vale salientar que o sedentarismo é considerado um fator de risco para a doença.

Entre os exercícios mais eficientes para a prevenção e tratamento da doença está a musculação – treinamento de força que desenvolve e mantém a estrutura muscular e óssea. Segundo Amorim, a atividade é de fácil controle de intensidade, e possui uma boa margem de segurança cardiológica. Além disso, trabalha o corpo de forma simétrica também proporcionando um aperfeiçoamento no equilíbrio, melhorando a coordenação motora e auxiliando na prevenção de fraturas, que é uma consequência mais grave de osteoporose.

“Os exercícios físicos devem ser praticados três ou mais vezes por semana e é muito importante que sejam realizados com o aluno suportando o próprio peso do corpo, em função da força que os músculos exercem sobre os ossos”, alerta Amorim. Vale lembrar que toda a prática de atividades deve ser acompanhada por um profissional especializado e que um médico deve ser consultado. “Também é importante que o aluno respeite seus próprios limites”, diz.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios