CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Bahia: Deputado Marcelo Nilo adia conversa com o presidente do PSL

nilo
Nilo é o atual presidente da Assembleia Legislativa da Bahia | FOTO: Reprodução |

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo, não viajou para Pernambuco para se encontrar com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, conforme previsto e anunciado por ele na última semana. O parlamentar iria conversar com Bivar para tentar viabilizar sua filiação à sigla, uma vez que considerou como bastante produtivo o diálogo que teve com o presidente estadual do PSL, Antonio Olívio, um dia após ter dado entrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para pedir seu desligamento do PDT.

O encontro foi reagendado para a próxima quinta-feira, dia 29 deste mês. Nilo desistiu de se encontrar com o comandatário do PSL a nível nacional devido a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Salvador, na quinta. Ele almoçou ao lado do ex-presidente, do governador Rui Costa e do senador Otto Alencar e à noite marcou presença na reunião que Lula teve com autoridades – entre secretários e vereadores – e os deputados federais do PT. “De fato não deu para ir hoje porque o Lula esteve aqui e e fui convidado para este almoço, assim como fui convidado para a reunião”, declarou.

À Tribuna, o presidente da Assembleia já havia dito que pensará sobre qual partido irá migrar quando “sair a decisão do TRE”. Antonio Olívio, presidente estadual do PSL, por sua vez, admitiu que tem conversado com o presidente do Legislativo. “Conversando estamos, apenas isso. Aliás, o presidente Marcelo Nilo conversa com todos, não é? É um homem aberto ao diálogo. O PSL tem as portas abertas para todos os políticos na Bahia. Em entrevista à Tribuna, Olívio deixou nas entrelinhas que Nilo estaria praticamente de malas prontas para entrar na sigla.

Olívio demonstrou estar disposto a passar a presidência do partido, assim que o parlamentar adentrar aos quadros da agremiação. “Se o deputado Marcelo Nilo entrar no partido, eu posso abrir mão da presidência, por que não? Sem problemas. Não somos donos do partido, queremos que a legenda cresça”, disse citando que: “Temos um parlamentar que está no terceiro mandato pelo partido, que é o deputado estadual Nelson Leal, que possui total abertura com o presidente da AL. O partido é comandado na Bahia, hoje, por mim e pelo comando político, que é o vereador Zé Trindade na capital, o deputado Nelson Leal, o ex-deputado Deraldo Damasceno, só temos políticos no comando do partido”. Extraído na íntegra da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios