Ibametro participa de audiência sobre radares de trânsito na Assembleia

Postado em dez 10 2015 - 12:50pm por Jornal da Chapada
foto5

O diretor geral do Ibametro, Randerson Leal, informou na referida audiência o papel desempenhado pelo órgão | FOTO: Divulgação |

Na última quarta-feira (9), o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) participou de audiência pública, na Assembleia Legislativa (Alba), em Salvador, sobre o radar – medidor de velocidade – no trânsito no Estado da Bahia. O evento, organizado pelo deputado estadual José de Arimatéia, aconteceu na Comissão do Direito do Consumidor e Relações de Trabalho na Assembléia e contou com a presença de dezenas de deputados, representantes do Detran, Transalvador e da sociedade civil e populares interessados em debater o assunto.

O tema radar de trânsito ganhou destaque na mídia, desde outubro quando condutores de veículos fizeram denúncias à imprensa sobre radares, instalados em Salvador, suspeitos de gerar multas indevidas. O diretor geral do Ibametro, Randerson Leal, informou na referida audiência o papel desempenhado pelo Ibametro em relação a verificação de radares e como o cidadão pode acompanhar a regularidade desses instrumentos. “Continuaremos com a fiscalização, ao tempo que informamos ao cidadão que ao receber a multa ele pode verificar junto ao Ibametro a confiabilidade daquele equipamento.”

Site do Ibametro traz serviço para o cidadão
Ao receber uma multa, verifique se o radar se encontra dentro do padrão de conformidade e caso contrário, questione a multa administrativamente: entrando no site, clicando no banner PSIE (Portal de serviços do site do Ibametro), clicar em consulta de instrumentos, preencher o tipo de instrumento (medidor de velocidade) e os campos Estado e Município, checando a situação de cada radar da cidade.

Sobre a verificação de radares – é obrigatória, anual e toda vez que ocorrem reparos nos equipamentos. Ao ser instalado, o instrumento passa por uma verificação inicial que consiste em passar pelo radar utilizando um padrão de velocidade por 25 vezes, admitindo um erro de 0,1 km/h. Após as verificações iniciais, o instrumento passa por verificações periódicas, que consistem em passar com o padrão cinco vezes. Caso o instrumento passe por reparos, o responsável deve desativá-lo até que o Ibametro ateste que o instrumento está medindo a velocidade dentro da faixa tolerável. Em caso de dúvidas, o cidadão poderá entrar em contato com a ouvidoria do Ibametro pelo 0800-071-1888 ou pelo site www.ibametro.ba.gov.br.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.