Previsão de final de semana com temperaturas elevadas na Chapada Diamantina

Postado em dez 10 2015 - 9:02pm por Jornal da Chapada
foto5

A região da Chapada é atingida por focos de incêndios florestais há mais de 35 dias | FOTO: Reprodução/Sandro Santos Ribeiro |

A previsão do tempo não é nada animadora para o final de semana. Não são esperadas mudanças significativas nas condições do tempo, pois a massa de ar quente e seco continua ganhando força, mantendo o céu ensolarado sobre grande parte do Nordeste brasileiro. Na Bahia, esse sistema, além de inibir a ocorrência de chuvas, também está contribuindo para manter as temperaturas elevadas em todas as regiões. No entanto, é na faixa centro-norte do Estado, que inclui o Nordeste, Norte e parte do Oeste e São Francisco, onde estão previstos os maiores índices, com máximas variando entre 35°C e 39°C.

Na região da Chapada Diamantina o clima deve continuar seco e sem previsão de chuvas, ao menos neste final de semana. A Chapada é atingida por focos de incêndios florestais há mais de 35 dias. Atualmente, existem chamas em Palmeiras, Ibicoara e Lençóis, afetando o turismo e a economia. As chamas são combatidas diuturnamente por brigadistas voluntários, com o apoio do governo da Bahia. Atrativos como as cachoeiras do Buracão e Fumaça foram afetados, o Parque Natural Municipal do Espalhado foi fechado por motivo de segurança e a Gruta do Lapão está interditada.

A condição de tempo quente em toda a Bahia, combinada aos baixos índices de umidade do ar e a vegetação já ressecada, aumentam as chances de ocorrer focos de queimadas nessa faixa do Estado. Com isso, refaz-se o alerta quanto à utilização do fogo nas atividades de rotina, como: preparação do solo para o plantio, renovação de pastos, queima de lixos, etc.

Leia também:
Brigada de Lençóis volta a reclamar de ações do poder público para combater o fogo; prefeitura rebate
Luta contra as chamas no Vale do Capão segue intensa e fogo volta a ameaçar nascente do Riachinho
Fogo na Chapada: Parque onde fica a Cachoeira do Buracão é fechado em Ibicoara
Trilha da Fumaça funciona normalmente no Vale do Capão; a recomendação é utilizar guias

Nas regiões baianas da Chapada Diamantina, do Sudoeste e faixa centro-sul do Oeste e São Francisco, a massa de ar quente também está influenciando o tempo, o que deixa o céu parcialmente nublado a claro. Essa é a mesma previsão para a faixa litorânea, entre o Sul e o Recôncavo baiano (incluindo a cidade de Salvador e região metropolitana). No entanto, a partir do dia 13, uma frente fria que irá avançar pelo Sudeste brasileiro, somada a umidade vinda da Amazônia, poderá trazer chuvas fracas em algumas localidades do extremo oeste do Estado.

As temperaturas nessas áreas permanecem elevadas, com máximas oscilando de 31°C (no Sul) a 35°C (no Recôncavo). Ainda assim, são nas áreas serranas da Chapada Diamantina e Sudoeste onde são esperados os menores índices do Estado, com mínimas de até 18°C, especificamente, durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã.

foto5

Previsão aponta Piatã como a cidade que registrará a menor temperatura no final de semana | FOTO: Reprodução/Inema |

Maré
Para o período entre os dias 11 (sexta-feira) e 13 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima entre às 03h e às 05h e entre às 15h e às 17h, com valores variando de 2,0 a 2,7 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre às 09h e às 11h e entre às 21h e às 23h, com valores variando de 0,2 a 0,4 metro. As ondas previstas para esse período deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Índice de Radiação Ultravioleta
Em dezembro, com a aproximação da estação do verão, as temperaturas se elevam e as chuvas ficam mais intensas. Nessa estação há maior incidência de radiação solar e, consequentemente, aumento nos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Esse aumento pode ser visto na previsão para o período entre os dias 11 (sexta-feira) e 13 (domingo), quando os IUV’s deverão variar entre 11 e 13, o que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), faz parte da categoria de intensidade “Extrema”.

Com isso, os cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar deverão ser redobrados, principalmente, nos horários das 10 às 16h quando há maior incidência dessa radiação. Assim, recomenda-se a utilização de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, o que poderá minimizar os danos causados a saúde.

Leia também:
Fogo na Chapada: Ibicoara tem duas trilhas para cachoeiras interditadas e combate é intensificado
Chapada: Brigada critica falta de suporte da prefeitura de Lençóis a voluntários que combatem fogo
Bombeiro é desligado da equipe que atua no fogo na Chapada Diamantina por cobrar diárias
Fogo na Chapada: Presidente da Cifa questiona atuação do corpo de bombeiros e pede presença de major

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

5 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.