Deputado cobra de Jorge Solla explicações sobre “gastança na Sesab”

Postado em dez 15 2015 - 9:41am por Jornal da Chapada
foto5

O deputado estadual Carlos Geilson | FOTO: Reginaldo Tracajá |

O ex-secretário de Saúde, Jorge Solla, “foi tachado de incompetente” pelo atual ocupante da pasta, Fábio Vilas-Boas, que anunciou uma economia de R$ 300 milhões só em 2015, com o corte de desperdícios e combate a distorções encontrados na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A observação é do deputado estadual Carlos Geilson (PSDB), para quem esse “fogo amigo deixa Solla de saia justíssima”.

“Pior ainda é que muita gente do PT, inclusive o líder do governo na Assembléia Legislativa, meu colega José Neto, comemorou o desempenho de Fábio Vilas-Boas como se ele estivesse sucedendo na secretaria um oposicionista, um adversário político. Zé Neto chegou a postar no Facebook o link da matéria”, ironiza Carlos Geilson. O parlamentar feirense destacou que, se a economia for mesmo de R$ 300 milhões e o atual secretário conseguir repeti-la em quatro anos de governo Rui Costa, a Sesab pode chegar a economizar R$ 1 bilhão e 200 milhões.

“O ex-secretário Jorge Solla tem que vir a público explicar isso, afinal é uma quantia muito considerável de dinheiro público e quem está afirmando tudo é um companheiro de administração, afinal os governos Jacques Wagner e Rui Costa são do mesmo partido, são da companheirada do PT”, cobra o deputado feirense.

O parlamentar desafiou a quem duvidar, ler com atenção a matéria publicada no jornal A Tarde do dia 29 de novembro, assinada pelo jornalista Biaggio Talento. “Aliás, o próprio título já deixa dúvidas sobre a administração Jorge Solla, quando diz Sesab corta gastança de R$ 300 mi. Gastança significa excesso de gastos”, acrescenta Carlos Geilson.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.