CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

MST destaca ampliação de diálogo com governo com posse da nova secretária da Sepromi

foo6
Fabya Reis assume Sepromi no lugar de Lucinha | FOTO: Alberto Coutinho/GOVBA |

A transmissão do cargo da titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (Sepromi) foi marcada, nesta segunda-feira (8), pela presença do movimento negro da Bahia e de políticos ligados a bandeiras centrais de combate ao racismo e à intolerância religiosa. A militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Vera Lúcia Barbosa dá lugar à também militante do grupo Fabya dos Reis Santos. Desde os 17 anos atuando no MST, Fabya assume a Sepromi com o compromisso de seguir as políticas implantas por Lucinha e fortalecer e ampliar o elo entre os movimentos sociais e populares com o governo da Bahia. “Vamos ampliar o diálogo com os movimentos sociais, a universidade, o movimento negro e as instituições do Estado. Este será o pilar da construção das políticas públicas da Sepromi”, diz a nova secretária.

Para o dirigente nacional do MST, Evanildo Costa, a mudança representa um avanço na estrutura de direção do MST e traz para o âmbito institucional ainda mais responsabilidade para o movimento. “Fabya Reis começou sua vida pública na adolescência e foi a primeira secretária do MST na Bahia. Atuou durante 13 anos na organização de projetos, assessoria e mobilizações, além da articulação com universidades e outros movimentos sociais. Trabalhei com ela e sei de sua dedicação com o movimento negro e com as políticas de inserção para as mulheres. Fabya tem todo nosso apoio para a sequência dos trabalhos na Sepromi”, pontua Costa.

De acordo com o dirigente, o caminho agora será de mais luta para consolidar etapas do Estatuto da Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa que é referência nacional. Ao se pronunciar, Lucinha do MST agradeceu ao ex-governador Jaques Wagner, por colocá-la como primeira secretária de mulheres da história da Bahia, agradeceu ao deputado Valmir Assunção (PT-BA) por acreditar nela e a Rui Costa, por tê-la confiado a condução da Sepromi. “Eu estou saindo da institucionalidade, mas continuo na militância e na luta dos sem-terra e do povo negro”, salienta. Lucinha terminou dizendo que “Fabya conduzirá com muita competência a Secretaria”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios