#Bahia: Provas da Uefs são alteradas por causa da ocupação; Reitoria emite nota sobre diálogo

Postado em nov 11 2016 - 9:35am por Jornal da Chapada
uefs

O vestibular da Uefs acontece agora nos dias 18 e 19 de dezembro | FOTO: Reprodução/Bernardo Bezerra |

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) emitiu uma nota sobre a interação que está tendo com os estudantes que ocuparam o seu campus em Feira de Santana desde o início deste mês.

Além disso, a Comissão do Processo Seletivo para Acesso ao Ensino Superior (Copaes) informou alteração da data de realização do ProSel 2017.1 para os dias 18 e 19 de dezembro.

O cartão de convocação com informações sobre o local de aplicação das provas será disponibilizado no período de 10 a 17 de dezembro. As dúvidas sobre essa mudança podem ser esclarecidas pelo email [email protected]

Leia também:
Recomendação do MP pede o retorno das aulas na Universidade Estadual de Feira de Santana

Confira o conteúdo completo da nota oficial da Uefs abaixo:

“A Reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) informa que continua dialogando com os estudantes que ocupam o campus universitário desde a noite do dia 1° de novembro. A mobilização estudantil, organizada contra a PEC 241/55-2016 e contra a proposta de reforma do ensino médio, tem sido pacífica.

O acesso à Universidade está viabilizado para pedestres. O Restaurante Universitário e o Centro de Educação Básica (CEB) estão funcionando normalmente. Há servidores trabalhando, em regime especial, realizando atividades essenciais que dependem de prazos para execução.

O calendário acadêmico do semestre 2016.1, conforme decisão do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), teve a contagem de dias letivos suspensa a partir do dia 3 de novembro, quando já haviam sido efetivados 93 dos 100 dias letivos. As atividades a serem desenvolvidas nos sete dias restantes serão retomadas após o fim da mobilização estudantil em curso.

Na manhã de quarta-feira (9), houve a primeira rodada de negociação, seguindo o calendário proposto na pauta do movimento, entregue à Reitoria na última segunda-feira (07). Questões como direitos das minorias na Universidade, o papel da Ouvidoria e as implicações da PEC 55 foram alguns dos pontos discutidos.

Na quinta-feira (10), a pauta da segunda rodada de negociação girou em torno das restrições orçamentárias e seus efeitos sobre o valor de bolsas estudantis, sobre a obra de ampliação do Restaurante Universitário, além do retorno das viagens de campo de graduação.”

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.