#Salvador: Lazzo Matumbi apresenta show inédito de samba no TCA

Postado em dez 24 2016 - 9:18am por Jornal da Chapada
lazzo

A apresentação abre a temporada 2017 do projeto Domingo no TCA | FOTO: Djalma Santos |

Quem conhece o cantor e compositor baiano Lazzo Matumbi sabe que ele é conhecido pelo ritmo mais afro, reggae de swing incomum de suas canções, o que pouca gente sabe é que Lazzo começou sua história musical no meio do samba. Em janeiro ele rememora sua trajetória trazendo novamente esse estilo para o palco, num show inédito intitulado “Voltando às Origens” no Teatro Castro Alves em Salvador. “Vou levar meu projeto de samba, diferente do que as pessoas estão acostumadas em me ver fazendo. O samba sempre esteve na minha vida, então o show contará um pouco da minha historia”, explica ele. A apresentação abre a temporada 2017 do projeto Domingo no TCA e contará com as participações dos músicos Roberto Mendes, Tote Gira e Aiace Félix, convidados pessoalmente por Lazzo.

O evento acontece dia 08 de janeiro, às 11h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves. Realizado pela Aláfia Produções, conta com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Tido como um dos mais importantes artistas da cena contemporânea brasileira, há 35 anos Lazzo Matumbi canta e compõe hits de sucesso, como “Alegria da Cidade” (parceria sua com Jorge Portugal), “Do Jeito que seu nego gosta” e outros. Para este evento o cantor faz um resgate afetivo da sua carreira, relembrando os momentos da juventude vividos entre os bairros do Garcia e Politeama, onde começou a sua paixão pelo samba.

“Nessa época eu ouvia principalmente Ederaldo Gentil até o dia em que o conheci pessoalmente. Nessa época, ele já tinha sido gravado por Gilberto Gil, Elza Soares, Jair Rodrigues e Alcione, mas eu nunca tinha visto uma imagem sua. Fiquei impressionado com a deferência com a qual as pessoas o recebiam”, conta. Para o show Voltando às Origens, Lazzo irá também interpretar outros sambas de compositores baianos, como Walmir Lima, Nelson Rufino e Edil Pacheco.

“Eles são os caras que eu mais ouvia no início de carreira, me influenciaram muito na juventude. Dos atuais, Roberto Mendes é para mim uma espécie de griô. Adoro ouvi-lo contar as histórias de samba do Recôncavo. Fora que vê-lo tocar é um deleite&”. Junto a esse time, Tote Gira também canta algumas músicas com Lazzo, toca violão e assina ainda a codireção musical deste show. Parceiros há alguns anos, ambos tentam dar ares modernos às letras de sambas consagrados, como “O ouro e a madeira”, “Canto livre de um povo” e “Luandê”, esta ultima uma composição de Ederaldo Gentil e Capinan.

Lazzo foi um dos primeiros cantores do Ilê Aiyê, bloco que o consagrou como intérprete, trabalhou com Jimmy Cliff, com quem realizou turnês mundiais, e depois se lançou em carreira solo. Seu último disco, lançado em 2013 e intitulado “Lazzo Matumbi”, lhe rendeu indicações ao 25º Prêmio da Música Brasileira nas categorias “Melhor Álbum” e “Melhor Cantor”. Recentemente, pelo seu histórico de luta e combate ao racismo, em reconhecimento ao seu trabalho de preservação e difusão da cultura afro-brasileira, Lazzo recebeu a Comenda Senador Abdias Nascimento, entregue no último novembro pelo Senado Federal do Brasil. “A ideia de fazer um samba de boa, a preço acessível, para poder aproximar as pessoas. Acredito que será uma experiência incrível”. As informações são da Secult.

SERVIÇO
DOMINGO NO TCA
LAZZO MATUMBI – Voltando às origens
Participações de Roberto Mendes, Tote Gira e Aiace Felix
Quando: 08 de janeiro de 2017, às 11h.
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves (Pça Campo Grande, s/n, Centro)
Ingressos: R$1,00 (inteira) e R$0,50 (meia). Vendas no local, a partir das 9h do dia do show, com acesso imediato do público ao teatro.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.