Apenas 1,3% das ocorrências terminam em condenação no Brasil, diz o secretário Maurício Barbosa

Postado em abr 6 2018 - 9:34pm por Jornal da Chapada
ssp

Um Plano Nacional de Segurança Pública, que contemple ações especiais que previnam a entrada de drogas no país é fundamental, de acordo com o titular da SSP | FOTO: Ascom/Alberto Maraux |

Apenas 1,3% das ocorrências terminam em condenação no brasil anualmente. O dado, apresentado pelo secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, na 4 edição do ‘Brazil Conference at Harvard & Mit’, contrasta com os 223 mil registros de casos envolvendo atos ilícitos, no país.

No evento promovido pela Harvard University, em Boston, Barbosa ressaltou a importância de aprimorar o Sistema de Defesa Social. “Sempre a cobrança se concentra nas forças policiais, mas o bom funcionamento de outras instituições como o Ministério Público e a Justiça são fundamentais para que tudo funcione da melhor maneira”, afirmou.

Um Plano Nacional de Segurança Pública, que contemple ações especiais que previnam a entrada de drogas no país pelo maior produtor de cocaína do mundo, a Colômbia, para Barbosa, também é fundamental. “Somos rota de tráfico internacional para dois continentes (Europa e África) e precisamos reagir com inteligência”, declarou o secretário da Bahia.

Antes de finalizar, ressaltou que Segurança Pública é também reduzir as desigualdades sociais e investir em um novo modelo de polícia. “Na Bahia implantamos em 2011 as Bases Comunitárias de Segurança em bairros carentes, onde desenvolvemos cursos de música, artes marciais, com a filosofia comunitária. Após sete anos percebemos mudanças relevantes nessas comunidades”, contou. As informações são da SSP.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.