MST é exemplo de produção de alimentos sem agrotóxicos, diz Valmir durante feira em São Paulo

Postado em maio 5 2018 - 7:00pm por Jornal da Chapada
mst

Valmir esteve na feira na capital paulista com equipe de lideranças da Bahia | FOTO: Divulgação | 

A terceira Feira Nacional da Reforma Agrária do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que segue até este domingo (6), surpreendeu os brasileiros com mais de 1,2 mil itens produzidos nas cinco regiões do país e com a participação de mais de 900 famílias. O evento acontece no Parque da Água Branca, na capital paulista, e reúne lideranças, agricultores, assentados e políticos. Para o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que esteve neste sábado (5) na feira, o MST segue como um dos maiores produtores de alimentos livres de produtos químicos na América Latina.

“É, por exemplo, o maior produtor de arroz orgânico do continente latino-americano. E deve comercializar até o último dia de evento mais de 350 toneladas de alimentos livres de agrotóxicos e de ingredientes artificiais aqui em São Paulo. São 23 estados brasileiros envolvidos nesta feira. É uma das maiores já realizadas”, salienta o petista. Assunção esteve com equipe da Bahia, formada pela secretária de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, pela coordenadora do CDA, Renata Rossi, pelo secretário nacional do Movimentos Populares do PT, Ivan Alex, além de lideranças nacionais do MST como o dirigente João Paulo Rodrigues.

Shows, palestras, formações, programação infantil, atividades educativas e informações sobre produtos orgânicos foram algumas das ações da grade de programação da feira nacional. Valmir também destacou a importância de realizar o evento para contrapor os aumentos abusivos de alimentos no país. “Os produtos aqui estão bem abaixo dos preços de mercado. O desequilíbrio político e administrativo do governo Temer tem causado o aumento de inúmeros produtos ao consumidor. A falta de estabilidade econômica vem dessa insensata forma de governar, cortando os recursos de programas sociais e agrários para favorecer os grandes empresários com as anistias de dívidas milionárias”, completa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.