Chapada: Prefeitura de Utinga rebate ‘fake news’ e afirma que Caps funciona normalmente

Postado em jul 25 2018 - 4:30pm por Jornal da Chapada

A administração do prefeito Joyuson Vieira fez questão de afirmar que o local está em pleno funcionamento com atendimentos a pessoas com transtornos mentais | FOTO: Montagem do JC/Ascom |

Uma série de ‘fake news’, notícias falsas para ludibriar a opinião pública, sobre o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Utinga, município da Chapada Diamantina, tem sido espalhada pelas redes sociais. A administração ‘Utinga de Todos’, do prefeito Joyuson Vieira (PSL), fez questão de afirmar que o local, que oferece tratamento aos cidadãos que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves, além do atendimento psicossocial aos dependentes de álcool e drogas, está em pleno atendimento.

Após a circulação destas notícias, o médico Marcos Valente, pós-graduado em psiquiatria e com vasta experiência em Caps, falou sobre a instituição em Utinga. Segundo ele, não só a infraestrutura do local, mas os serviços oferecidos e o atendimento prestado aos pacientes do Caps Utinga, sempre foi uma das preocupações da gestão.

O Centro de Atenção Psicossocial de Utinga segue com o atendimento normalmente | FOTO: Divulgação |

“Todos os pacientes passam pelo médico, enfermeiro e psicólogos. Tenho orgulho de dizer. Os pacientes estão sendo muito bem acompanhados. Já tivemos situações bem mais difíceis em anos anteriores. Eu me orgulho de fazer parte desta equipe, que tem mostrado empenho, dedicação e ótimos resultados”, contou Valente. A prefeitura afirmou em nota oficial que o Caps está de portas abertas para receber qualquer cidadão, seja para conhecer o local e a infraestrutura oferecida aos pacientes ou para fazer uso dos serviços prestados.

“É sempre bom lembrar que o conceito de ‘fake news’ pode abranger desde uma informação falsa, até um erro involuntário, passando por uma paródia ou por uma má interpretação. Cuidado, não compartilhe informações falsas sem checar a fonte e a veracidade da informação. Criar, disseminar boatos ou notícias falsas pode ser enquadrado como crime”, aponta nota da prefeitura. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.