Chapada: Artista plástico italiano visita Itaetê e destaca as belezas naturais da região; “É um lugar muito lindo”

Postado em fev 12 2019 - 6:24pm por Jornal da Chapada



O prefeito da cidade, Valdes Brito, recepcionou Giuliano Ottaviani em um jantar em sua casa; o artista visitou o Poço Encantado e outros atrativos da região | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

O artista plástico italiano de Culturas Ecléticas Worldwide, meste Giuliano Ottaviani, passou o seu último final de semana no município de Itaetê, na Chapada Diamantina. Conhecido por suas belas obras, que já foram expostas em vários países, o artista já homenageou a Bahia em uma de suas exposições. “Adoro a Bahia e já conheço algumas cidades. Sempre busco homenagear os lugares que conheço e que me fascinam”, disse.

Pela primeira vez em Itaetê, Ottaviani destacou as belezas naturais do município chapadeiro. “É um lugar muito lindo, as pessoas são muito receptivas, como o prefeito Valdes e minhas amigas Lisias e Paula, que me receberam tão bem”. Entre os passeios pela cidade, o artista conheceu o Poço Encantado, um dos lugares mais bonitos de Itaetê e da Chapada. O prefeito da cidade, Valdes Brito, recepcionou Ottaviani em um jantar em sua casa.

“Para nós é uma satisfação muito grande receber um artista plástico tão conceituado. Precisamos nos organizar mais pra receber os turistas e pessoas como Giuliano que levará o nome de Itaetê para o mundo”, disse o gestor. A gestora da Biblioteca Estação das Letras, Lisias Azevedo, e a secretária de administração, Paula Cabral, foram homenageadas pelo artista com lindas pinturas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Foi uma satisfação enorme recebê-lo em minha casa e uma alegria fora do comum poder ser presenteada com uma obra de arte na parede da minha sala de laser de uma pessoa tão simples e generosa”, disse a secretária Paula Cabral. Já Lisias Azevedo, além de ter seu retrato feito pelo artista, foi premiada recentemente pela Associação Eclética World Brasil/Itália por sua poesia ‘Transcender’.

“Através de um convite de Marly Ramos, que é representante da Eclética no Brasil, participei do concurso poético internacional e fui selecionada para fazer parte da publicação de 35 poetas baianos. Foi durante o concurso que conheci o mestre Giuliano e o convidamos para conhecer Itaetê. Ficamos muito felizes com sua visita”. As informações são de assessoria.

Leia também

Chapada: Escritora de Itaetê recebe prêmio por poesia na Câmara de Vereadores de Salvador

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.