CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde
Trending

Chapada: Bombeiros civis e brigadistas de Barra da Estiva gravam vídeo e chamam a atenção para o ‘desafio quebra crânio’

Os voluntários explicam que a intenção é informar aos estudantes para que evitem esses tipos de condutas que já levou ao falecimento de duas pessoa no Brasil.

Ao menos duas pessoas já morreram e outras ficaram com sequelas devido ao ‘desafio da rasteira’ ou ‘quebra crânio’ no Brasil. Com esses dados e com o número crescente de informações no país, inclusive com relatos de novas ‘brincadeiras’ perigosas, os brigadistas voluntários e bombeiros civis do município de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, resolveram gravar um vídeo e distribuir nas redes contra esses tipos de atos.

“Atenção pais, crianças e adolescentes. Nós do Corpo de Bombeiro profissional civil de Barra da Estiva não apoiamos essa brincadeira é uma brincadeira de muito mau gosto”, diz um dos bombeiros. “Já morreram duas pessoas, não façam isso. É uma brincadeira de mau gosto”, completa o presidente da brigada Guerreiros de Barra da Estiva, Edvaldo Miranda. Em conversa com o Jornal da Chapada, Miranda diz que a intenção é que chegue nas escolas.

“Resolvemos fazer esse vídeo para os pessoal exibir em colégios para os estudantes. Está tendo muitas brincadeiras bestas e que afetam os adolescentes”, completa Edvaldo. A ‘pegadinha’ começa com três pessoas lado a lado, o passo seguinte é uma pessoa pular de cada vez. Quando quem está no meio está no ar, recebe uma rasteira dupla, e acaba indo ao chão.

Vídeo gravado por brigadistas

Após repercussão de vídeos com o desafio, a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia divulgou nota em que faz um alerta. “Esta queda pode provocar lesões irreversíveis ao crânio e encéfalo (Traumatismo Cranioencefálico – TCE), além de danos à coluna vertebral. Como resultado, a vítima pode ter seu desempenho cognitivo afetado, fraturar diversas vértebras, ter prejuízo aos movimentos do corpo e, em casos mais graves, ir a óbito”, afirma a entidade em trecho da nota.

No fim, a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia ainda acrescenta que pessoas que fizerem esse tipo de brincadeira podem responder como crime. “O que parece ser uma brincadeira inofensiva, é gravíssimo e pode terminar em óbito. Os responsáveis pela “brincadeira” de mau gosto podem responder penalmente por lesão corporal grave e até mesmo homicídio culposo”, diz o texto.

Jornal da Chapada

Veja aqui o vídeo do desafio

Vídeo de outra ‘brincadeira’

Leia também

Neurologista alerta que ‘desafio quebra crânio’ pode ser fatal ou levar a sequelas por toda a vida

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas