CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia
Trending

#Brasil: Idosa de 88 anos presa por manter mulher de 74 anos em condição análoga à escravidão é solta

A polícia resgatou Maria Rodrigues após denúncia de uma sobrinha que a procurava.

Terezinha da Silva Moraes, idosa de 88 anos, acusada de manter outra idosa, de 74 anos, em condições análogas à escravidão em Guaratiba, no Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi solta, no último sábado (24), a pedido da Justiça. Além da acusação de redução à condição análoga à escravidão, Terezinha Moraes também é acusada de cárcere privado e maus-tratos a animais.

O desembargador André Ricardo Ramos, que decidiu por soltar Terezinha, considerou que a idosa está em estado debilitado, pois está utilizando fraldas geriátricas e com dificuldade de locomoção e audição. Todavia, o magistrado destacou que isso não significa o encerramento da investigação e que também não exime a idosa de responder pelos crimes, caso estes sejam comprovados.

Maria das Graças Sousa Rodrigues foi resgatada no último dia 13 após ser encontrada em cárcere privado. Rodrigues, que tem 74 anos, também estava sendo vítima de maus-tratos. De acordo com a polícia, Maria Rodrigues era proibida de sair de casa por ordem da patroa. Ao ser encontrada, ela estava muito magra e usava apenas trapos. Rodrigues dormia no chão e dividia o espaço com 40 animais.

A polícia resgatou Maria Rodrigues após denúncia de uma sobrinha que a procurava. Ela ligou para a vizinha para saber da tia. Livre, Maria Rodrigues reencontrou os familiares e foi viver com a sobrinha. Redação do site da Revista Fórum.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios