Mudanças: Cícero Monteiro troca Sedur por Serin, Cézar Lisboa assume Sedes e Moema tenta Câmara Federal

wagner

O governador Jaques Wagner já inicia a reforma do secretariado | FOTO: Mateus Pereira/GOVBA |

O desenho da nova equipe do primeiro escalão do governo da Bahia começou a ser esboçado, efetivamente, nesta segunda-feira (6), após o governador Jaques Wagner se reunir com o conselho político da administração estadual e rabiscar os primeiros pontos de fuga. Depois da confirmação de que o substituto do secretário estadual da Agricultura, Eduardo Salles – que tentará uma cadeira na Assembleia Legislativa –, será o ex-deputado Jairo Carneiro – o que mantém o comando da pasta com o PP – eis que os pincéis começaram a sugar o vermelho da paleta.

Com a tinta destilada e o horizonte traçado, três pastas comandadas entre PT e cota pessoal de Wagner trocarão o cavalete. Atual titular de Relações Institucionais, Cézar Lisboa deixa a Serin para estampar a tela de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), já que Moema Gramacho sairá em 15 de janeiro para se candidatar a deputada federal. O carvão da articulação política do governo ficará nas mãos de Cícero Monteiro, que deverá entregar a pasta de Desenvolvimento Urbano (Sedur) ao seu atual chefe de gabinete, José Eduardo Ribeiro Copello.

“O que eu sei é que o governador me segurou. Quer que eu fique no governo e disse que me quer mais para perto dele”, descoloriu Monteiro, em entrevista ao site Bahia Notícias, ao descartar definitivamente a possibilidade de pintar como postulante à Câmara na próxima eleição. Os demais pigmentos matizes, tons e texturas da gestão serão definidos nos próximos dias por Wagner, que usará não só a caneta mas também o estilete para concluir o quadro a ser pendurado na sala principal do Palácio de Ondina. Extraído do site Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.