Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Paraguaçu pede socorro; trecho do rio em Iaçu enfrenta problema e morador relata em vídeo

veideo
Em vídeo, o morador Ronaldo Ramos, mostra a quantidade de uma espécie de planta que impede que o rio corra em baixa vazão | FOTO: Reprodução/Facebook |

O Rio Paraguaçu é o maior rio genuinamente baiano e continua passando por situação difícil. Segundo denúncia enviada ao Jornal da Chapada, trechos do rio têm sofrido com o desmatamento e a poluição. Em vídeo publicado em rede social, um morador da cidade de Iaçu, na Chapada Diamantina, reclama da falta de investimentos e questiona a situação na qual o rio se encontra.

Leia também:
Chapada: Ação de mineradora ameaça Cachoeira do Buracão em Ibicoara

“Nós iaçuenses, baianos, estamos assistindo à degradação do Rio Paraguaçu. É preciso fazer alguma coisa, não sei explicar cientificamente esse fenômeno dessas folhas, quem tem experiência faça alguma coisa, comente, oriente para que a gente descubra uma maneira de ajudar o nosso patrimônio, o Rio Paraguaçu”, declara em vídeo o morador Ronaldo Ramos, mostrando a quantidade de uma espécie de planta que impede que o rio corra em baixa vazão.

Com a longa estiagem que assola diferentes regiões da Bahia, a situação do Paraguaçu só tende a piorar, pois está em constante ameaça devido à poluição e ao desmatamento. Em seus 600 quilômetros de curso, ao longo do qual banha cidades importantes, inclusive sob o ponto de vista turístico, o problema do Paraguaçu segue sendo afetado também por diversas comunidades que vivem nas margens do rio, que ainda despejam outros tipos de poluição, inclusive esgoto.

O rio corre sérios riscos de assoreamento, por causa do desmatamento, que continua nas regiões de matas ciliares, e da extinção dos vários riachos que desaguavam no Paraguaçu. Para recuperar essa imensa perda seria necessário que mais de 1700 quilômetros de matas ciliares sejam reflorestados.

rio
Para recuperar parte do rio seria necessário que mais de 1700 quilômetros de matas ciliares fossem reflorestados | FOTO: Reprodução/Facebook |

Sobre o Rio
O Rio Paraguaçu nasce no Morro do Ouro, Serra do Cocal, município de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, e segue passando pelos municípios de Ibicoara, Mucugê e até cerca de 5 quilômetros da cidade de Andaraí, quando recebe o rio Santo Antônio.

Muda de direção em seu curso para oeste e leste, servindo como divisor entre os municípios de Itaetê, Boa Vista do Tupim, Marcionílio Souza, Itaberaba, Iaçu, Rafael Jambeiro, Santa Teresinha, Antônio Cardoso, Castro Alves, Santo Estevão, Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Cabaceiras do Paraguaçu, Conceição da Feira, Muritiba de São Félix, e as cidades de São Felix de Cachoeira e Maragogipe, desembocando na Baía de Todos os Santos, entre os municípios de Maragogipe e Saubara.

Com a construção da barragem de Pedra do Cavalo, responsável pelo controle de suas cheias, ganhou mais uma utilização, a de responder pelo abastecimento de água de todo o Recôncavo, Feira de Santana e a Grande Salvador.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios