Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

“Será que não há engenheiro no governo?”, diz deputado sobre falta de água

pablo
Vice-líder da oposição quer que governo, concessionária e Embasa prestem esclarecimentos na Assembleia | FOTO: Reprodução/Max Haack/Ag Haack |

O vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Pablo Barrozo (DEM), disse nesta segunda-feira (6) que as explicações dadas pelo governador Rui Costa sobre a falta de água em Salvador ocasionada pelas obras do metrô demonstram “ausência completa de planejamento e acompanhamento das intervenções”. “Quando o governador diz que o peso das obras do metrô provocou o rompimento da adutora fica evidente que o governo do estado não está monitorando essa intervenção de grande porte. Será que não há engenheiro para calcular esses fatores? Isso é sinal de que, infelizmente, não há garantias de que este fato volte a ocorrer”, lamentou o democrata.

Pablo Barrozo afirmou que a oposição vai tentar convocar representantes do governo, da Embasa e da concessionária responsável pelo metrô para dar explicações na Assembleia. “A nossa preocupação imediata é que o abastecimento de água em Salvador seja normalizado. Depois, temos que trabalhar para impedir que um novo fato como esse se repita, já que as obras continuam e sem qualquer fiscalização ou acompanhamento do governo. Uma intervenção desse porte não pode ser feita na base do improviso e com irresponsabilidade”, salientou.

“Esperamos que os deputados da base governista também apoiem que esses esclarecimentos sejam prestados à sociedade no Legislativo, que é a casa do povo”, acrescentou Pablo Barrozo. O democrata afirmou que “o PT não pode querer prejudicar Salvador, que vive um momento de realizações na gestão do prefeito ACM Neto”. “Chegou a hora de trabalhar sério e com respeito à população”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios