Cultura: Primeiro show em homenagem ao “Afrociberdelia” será em Salvador

Postado em fev 26 2016 - 11:11am por Jornal da Chapada
foto6

Segundo álbum de Chico Science & Nação Zumbi, ‘Afrociberdelia’ foi lançado em junho de 1996 | FOTO: Reprodução |

O primeiro show das comemorações dos 20 anos do álbum “Afrociberdelia’, de Chico Science & Nação Zumbi, acontecerá em Salvador e não em Recife, como havia sido planejado inicialmente. O evento será realizado na Praça Pedro Arcanjo, no Pelourinho, no dia 12 de março. No show, que marca também os 50 anos de Chico Science, o disco será executado por completo e terá ingressos limitados. Além do show em Salvador está confirmada também a apresentação no Recife em maio, com diversos convidados especiais.

O disco
Segundo álbum de Chico Science & Nação Zumbi, ‘Afrociberdelia’ foi lançado em junho de 1996 e é um marco da música brasileira, consolidando as misturas engendradas pela banda e apresentadas no álbum anterior ‘Da Lama ao Caos’. Neste segundo trabalho, os pernambucanos conseguiram tirar melhor proveito da produção, de responsabilidade de Eduardo BiD ao lado do próprio grupo, e conseguiu executar a junção de maracatu, hip hop, eletrônica, psicodelia e rock de forma mais eficiente.

foto6

O evento será realizado na Praça Pedro Arcanjo, no Pelourinho, no dia 12 de março | FOTO: Divulgação/Arquivo |

O álbum, último com Chico Science, que viria a falecer cerca de oito meses após o lançamento, traz sucessos como “Manguetown” e “Macô” e pérolas como “Cidadão do Mundo”, “Samba do Lado”, “Um passeio no mundo livre”, “Sangue de Bairro”, entre outras. Traz também regravações de “Maracatu Atômico”, de Jorge Mautner e Nelson Jacobina, mas conhecida na voz de Gilberto Gil; e “Criança de Domingo”, de Cadão Volpato, Ricardo Salvagni, originalmente da banda Fellini, influência assumida por Chico Science.

Em “Macô”, o grupo contou com Gilberto Gil dividindo os vocais, além de Marcelo D2 nos backings. Já em “Samba do Lado” contou com Fred 04 tocando cavaquinho. O disco teve ainda participações especiais de músicos convidados, como a dos baianos Lucas Santana tocando flauta em “Manguetown” e Gustavo Didalva tocando percussão em “Samba do Lado”. As informações são de El Cabong.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.