Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Valmir crítica deputados que questionam reajuste do programa Bolsa Família

foto67
O deputado federal Valmir Assunção do PT da Bahia | FOTO: Agência Câmara |

Contrariando grupos de deputados da Câmara Federal, o baiano Valmir Assunção (PT) defendeu o reajuste do programa Bolsa Família. Nesta quarta-feira (4), o parlamentar disse que serão beneficiadas mais de 14 milhões de famílias brasileiras e teceu duras críticas à posição de alguns parlamentares que recriminaram o reajuste ao dizerem que seria uma “irresponsabilidade fiscal”. Valmir considerou as declarações como uma tentativa de incumbir ao reajuste um motivo para uma crise financeira. “Esse tipo de afirmação é uma falácia, por que o Bolsa Família é um programa barato, do ponto de vista do conjunto do orçamento público. Com o reajuste, o aumento será de 9% em média. Para a linha de extrema pobreza, os repasses sobem de R$ 77 para R$ 82. Os outros benefícios passam de R$ 35 para R$ 38 e de R$ 42 para R$ 45, custos, inclusive, já previstos para 2016”, defende.

Assunção ainda diz que o Bolsa Família está no âmbito das políticas que realmente importam, “por que beneficia e garante cidadania a um grande número de brasileiros e brasileiras que necessitam de uma renda mínima”. Conforme o petista, a posição dos deputados críticos é contraditória e aponta que os mesmo que criticam o programa social, “colocam como prioridade propostas de reajuste do Judiciário e até mesmo articulam perdão de dívidas de operadoras de planos de saúde – devidamente vetadas pela presidente”. “Dilma priorizou as políticas que realmente importam. A única que tem legitimidade do povo para presidir este país sabe quais as prioridades que devemos ter quando se tratam de políticas públicas, tendo o conjunto da população como centro”.

Quando era secretário de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia, Valmir teve a oportunidade de criar mecanismos para o desenvolvimento das crianças, o empoderamento das mulheres chefes de família (são 93% entre os titulares). “Quero lembrar que este programa é responsável por ter tirado mais de 36 milhões de brasileiros e brasileiras da extrema pobreza e com a garantia da permanência das crianças nas escolas. Este feito mereceu reconhecimento internacional das Nações Unidas, sendo o Brasil o pioneiro em ações desta magnitude e com resultados tão expressivos”, pontua Assunção.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios