Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Bruno e Marrone batem recorde de público em Iraquara; veja como foi

foto67
De acordo com os organizadores, cerca de 15 mil pessoas passaram por Iraquara durante o show | FOTO: Divulgação/Aurélio Nunes |

Já era segunda-feira quando a dupla sertaneja Bruno e Marrone subiram ao palco para a noite de encerramento do Arraiá do Poço 2016. Já passava da meia-noite assim que soaram os primeiros acordes do hit ‘Se Não Tivesse Ido’ na superlotada Praça de Eventos de Iraquara, que registrou público recorde. Os organizadores falaram em 15 mil pessoas, plateia superior à do São João do ano passado, que teve como atração principal outra dupla sertaneja, César Menotti & Fabiano, e igualmente superior a 2014, quando teve a banda de forró Calcinha Preta.

Mesmo com tanta gente, os registros de ocorrências policiais foram mínimos: furto de uma moto e de um carro, uma briga sem vítimas e algumas carteiras furtadas e levadas à delegacia de polícia, que estão à espera de seus donos para serem resgatadas. Foram detidos dois batedores de carteira, procedentes de Feira de Santana e de Irecê. “Agradeço a vocês de Iraquara por nos receberem com tanto carinho e também a vocês que vieram de outras cidades por terem vindo nos prestigiar”, declarou Marrone, antes de pedir para anfitriões e visitantes se identificassem levantando as mãos.

Leia também:
Chapada: Arraiá do Poço antecipa tendência e mostra a nova cara do São João em Iraquara

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisa realizada pelo Portal de Iraquara apontou que em torno de 34% dos presentes, pouco mais de um terço da plateia, era composta por pessoas de fora de Iraquara. A vizinha Seabra respondeu pelo maior número de visitantes 60%, seguida por Palmeiras 12%, Irecê e Souto Soares, 8% cada. Outras cidades citadas entre os 100 entrevistados foram Feira de Santana, Ipirá, Canarana, Boquira, Itaberaba, Ruy Barbosa e Lençóis. Mas teve ‘forasteiro’ também entre os iraquarenses, casos de Rodrigo José de Jesus e Alexandre Souza Oliveira Neto, que, juntamente com um grupo de 50 pessoas vieram da cidade paulista de Cotia para manter a tradição cultivada há uma década: “O trabalho é em São Paulo, mas as férias a gente passa aqui. Todo mês de junho eu visito meus pais e curto o São João de Iraquara”, diz Alexandre.

Bruno e Marrone fizeram um espetáculo de uma hora e meia de duração, para delírio da audiência, que cantou junto com a banda alguns dos maiores sucessos dos 30 anos de carreira da dupla, a exemplo de ‘Por Te Amar Demais’, ‘Doce Desejo’, ‘Que Pescar que Nada’, ‘’Choram as Rosas’ e ‘Vida vazia’, entre outros. Eles passaram o bastão para Mestres do Ceará, que honraram a missão de não deixar o público se dispersar desfilando um repertório de tradicionais clássicos do forró pé-de-serra nordestino celebrizados pelas vozes de cantores como Fagner, Elba Ramalho, Alceu Valença e Amelinha.

Com direito a zabumba e duas sanfonas, a banda cearense não deixou ninguém parado no salão que, a essa altura, mais vazio, teve espaço suficiente para os casais dançarem de rosto colado. A apresentação de encerramento do Arraiá do Poço 2016 ficou a cargo da experiente Caracas do Forró, que segurou os mais resistentes forrozeiros com seu forró eletrônico. Mesmo com a fina garoa que chegou anunciando o raiar do dia o povo não arredou pé e ficou até o final pra celebrar mais um ano de sucesso do melhor São João da Chapada Diamantina. Texto de Aurélio Nunes.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios