Rui Costa nega ter recebido caixa 2 e dinheiro oficial da Odebrecht

Postado em dez 12 2016 - 3:40pm por Jornal da Chapada
costa

Rui assevera que não houve contribuição alguma | FOTO: Reprodução/Mateus Pereira |

O governador da Bahia, Rui Costa, negou ter recebido dinheiro da Odebrecht, como delatou o ex-executivo Claudio Melo Filho. Segundo o petista, uma olhada na sua prestação de conta é possível observar que a empresa não dou dinheiro para a sua campanha ao governo do Estado em 2014. Questionado pelo site Bocão News que dinheiro de caixa 2 não tem como estar registrado, Rui Costa rebateu. “Eu sai com R$ 13 milhões, ainda tenho R$ 8 milhões. Você acha que se um governador com dois anos de mandato, se tivesse disposto a dar um jeitinho não já teria quitado essa dívida?”, indagou. De acordo com a delação de Claudio Melo Filho, teria recebido na campanha R$ 10 milhões a pedido do ex-ministro Jaques Wagner, seu padrinho político. O delator não determina, no entanto, se foi doação legal ou caixa 2.

Rui assevera que não houve contribuição alguma. “Não dou jeitinho. Ou o dinheiro entra de forma legal conforme a lei manda ou eu não vou aceitar”. Segundo Melo Filho, o repasse foi autorizado depois que Rui Costa, na época secretário da Casa Civil, conseguiu resolver uma disputa judicial envolvendo a Odebrecht e o governo do estado. “Secretário da Casa Civil não é responsável por acordo judicial de ação transitado em julgado. Quem é responsável é a Procuradoria Geral do Estado. É de uma aberração sem tamanho a especulação disso, vincular o processo transitado em julgado, em que o que foi pago é cinco ou seis vezes menos do que o valor do acordo e quem conduziu não foi o secretário, foi a Procuradoria Geral do Estado. São aberrações, e com fé em Deus a verdade vai se estabelecer”, disse Rui. Extraído do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.