Jornal da Chapada volta a denunciar lixão às margens de estrada que dá acesso ao Poço Encantado

Postado em jan 2 2017 - 8:08pm por Jornal da Chapada
foto2

Lixão exibe descuido de órgãos ambientais com a Chapada Diamantina | FOTO: Jornal da Chapada |

Um grave crime ambiental tem sido motivo de críticas de quem passa pela BA-245, que liga Marcionílio Souza ao município de Itaetê. A estrada, que é também uma das portas de entrada do turista para a Chapada Diamantina, além de estar em estado precário, tem como ‘cartão postal’ um grande lixão no trecho próximo a Marcionílio Souza.

“É um absurdo o que vimos aqui, este imenso lixão às margens do Rio Paraguaçu. Para você ter uma ideia dos incômodos e dos danos causados pelo descarte de todo lixo da cidade de Marcionílio Souza, nessa área, quando paramos para fazer as fotos, fomos atacados por grandes moscas”, aponta a editora-chefe do Jornal da Chapada, Deninha Fernandes.

foto

O odor do lixão toma a região da BA 245 | FOTO: Jornal da Chapada |

De acordo com ela, os insetos invadiram o carro em que viajava com outras pessoas e tiveram que dirigir de vidro aberto, na poeira, para que as moscas pudessem sair. Já faz anos que o lixão existe, inclusive o Jornal da Chapada fez essa mesma denúncia anteriormente.

O chorume deve poluir o lençol freático daquele local e até o momento não se sabe quais as providências tomadas pelo Ministério Público do Meio Ambiente da Regional de Iaçu. O lixão fica às margens do Rio Paraguaçu e a referida estrada é ainda um dos acessos para um dos mais visitados pontos turísticos, o Poço Encantado.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.