Chapada: Atos de intolerância religiosa são reincidentes no Vale do Capão

Postado em jan 11 2017 - 2:44pm por Jornal da Chapada
foto1

Testemunhas de outros casos contra o povo de santo foram às redes sociais denunciar atos violentos | FOTO: Reprodução |

O ato de intolerância religiosa contra um praticante de candomblé do terreiro ‘Nkongo Kadyambuká Junsarano’, no Vale do Capão, deixou muita gente perplexa por conta, principalmente, de se tratar de um lugar tido como harmonioso, mas não foi um fato isolado. Testemunhas de outros casos contra o povo de santo deste terreiro foram às redes sociais denunciar outros atos violentos cometidos.

Segundo o depoimento, “um ex-deputado chegou até a oferecer dinheiro e dizer que iria derrubar o início das edificações que estavam sendo construídas para que eles não se instalassem lá”. Até mesmo uma queixa policial reclamando dos barulhos de atabaques durantes cultos, noturnos, foi realizada, mesmo o terreiro ainda não estando aberto. O povo de santo do terreiro no Vale afirmou que “se preparará para realizar a 1ª Caminhada Contra a Intolerância Religiosa do Vale do Capão e lutar contra essas violências”.

Jornal da Chapada

Leia também
Chapada: Vândalos riscam carro em frente a terreiro de candomblé no Vale do Capão: “Ato de intolerância”

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.