Suíca critica perseguição a Lula e defende Rui: “Coloca a Guarda Municipal como segurança”

Postado em ago 18 2017 - 10:37am por Jornal da Chapada
suica

O vereador Luiz Carlos Suíca com a atriz Tânia Toko e o edil Moisés Rocha durante evento com Lula em Salvador | FOTO: Divulgação |

O vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) foi um dos políticos que acompanhou a passagem da caravana ‘Lula pelo Brasil’, no primeiro dia de agendas na capital, nesta quinta-feira (17), e entrou de sola em alguns debates polêmicos. A decisão liminar que cancela o título de doutor Honoris Causa – que o ex-presidente receberia da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB), por exemplo, foi tratada como uma intervenção ilegal na autonomia da unidade de ensino. Já a retirada de 20 policiais militares pelo governo estadual da segurança da Câmara de Vereadores e da prefeitura da capital foi defendida por Suíca. Considerando que o governador Rui Costa (PT) tomou uma atitude acertada, o edil petista ainda ironizou o prefeito ACM Neto (DEM).

“Coloca a Guarda Municipal como segurança, inclusive nos postos de saúde”. Suíca aponta que não acredita que o governador fez isso para prejudicar a cidade. “O governador está no combate duro contra a violência. Houve concurso agora e não chama de imediato, mas e lógico que estamos precisando desses 20 policiais nas ruas para incorporar e ajudar os outros guerreiros que estão no combate. O prefeito ACM Neto, que é inteligente, tem que pegar a Guarda Municipal e colocar nos postos de saúde. Porque a GM presta para bater em garis, vereador, e não presta para fazer esse serviço?” Suíca disse também que existem pessoas que entram na política para fazer fumaça, e aponta que o vereador Alexandre Aleluia (DEM), autor do pedido de liminar contra a entrega do título de doutor Honoris Causa da UFRB para Lula, é uma destas pessoas.

“O vereador entrou na política para fazer fumaça, nem o pai dele se manifestou sobre esse caso. Entendo que dar uma liminar significa que o processo será analisado. Problema é que fica amarrotando a justiça com tanta besteira. Esse título Lula já ganhou igual em Portugal, e vai receber o título aqui da UFRB por reconhecimento em ter criado a unidade de ensino. Essa decisão fere a autonomia da universidade, é um absurdo. Aleluia nutre um ódio sem sentido, nunca foi pobre, não sabe o que é ser barrado, ficar fora das universidades. Mas a maioria do povo brasileiro sabe que hoje tem direito a comer por causa das políticas implantadas por Lula”, dispara o edil petista, durante o lançamento do ‘Memorial da Democracia’, na Arena Fonte Nova, que conta a história e ações dos mandatos de Lula como presidente.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.