#Bahia: Divulgados os projetos inscritos na quarta seleção do Edital de Mobilidade; veja aqui

Postado em ago 28 2017 - 11:46am por Jornal da Chapada
cultura

Das 103 propostas apresentadas, 56 seguirão para análise da Comissão Temática; chamada envolve recursos de R$ 250 mil do Fundo de Cultura da Bahia | FOTO: Divulgação/SecultBA |

Dos 103 projetos apresentados para a quarta seleção pública de 2017 do Edital de Mobilidade Artística e Cultural, 56 foram considerados inscritos e passarão agora pelo crivo da Comissão do FCBA que fará a avaliação, a partir dos critérios definidos no edital. A linha de fomento do Fundo de Cultura da Bahia é voltada para ações que impulsionem a circulação de artistas, técnicos, produtores e obras no país e exterior. Os resultados estão disponíveis no site da SecultBA.

Neste edital, os artistas e agentes da cultura podem propor atividades de intercâmbio e difusão cultural – com valor limite de R$ 50 mil – e residência e formação artístico-cultural – R$ 25 mil. A seleção envolve recursos de R$ 250 mil do Fundo de Cultura da Bahia. A quarta chamada vai permitir o apoio a projetos culturais com atividades previstas de fevereiro a abril de 2018.

Dos 56 projetos inscritos, a maioria vem da área de Música (13), seguida de Teatro e Artes visuais (8, cada). Constam ainda Artes Transversais, Audiovisual, Circo, Dança, Design, Literatura, Livro, Manifestação Cultural, Patrimônio Imaterial, Rádio e Segmentos Integrados. Das propostas, 10 são para a linha de Residência Artística e Cultural; 37 para Intercâmbio e Difusão; e 9 para Residência Artística e Cultural.

O edital de Mobilidade Artística e Cultural tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento das artes e da cultura na Bahia. “A proposta é criar oportunidades para que os bens culturais baianos sejam exportados, promovendo o diálogo intercultural e investindo na formação profissional dos agentes culturais, além de contribuir para o aprofundamento da cooperação artística/cultural nacional e internacional, fortalecendo, em contrapartida, a cena baiana”, afirma o superintendente de Promoção Cultural da SecultBA, Alexandre Simões.

Turnê Calafrio
O Edital de Mobilidade em chamadas anteriores já contemplou projetos como a turnê Calafrio em Difusão, da banda de rock Calafrio, que faz sua primeira incursão fora do Estado. Circulando na cena do rock de Feira de Santana e bastante conhecida pelo público na Bahia, a banda, formada em 2006, terá a oportunidade de realizar sua primeira turnê nacional graças ao apoio do Edital de Mobilidade. As primeiras apresentações estão marcadas para os dias 6 – Ouro Preto, no Espaço Rock Generation – e 7 de setembro – Belo Horizonte, no Espaço A Obra.

A produtora Aloma Galeano conta que o apoio foi imprescindível para a realização da turnê, sendo que a banda aproveitará a viagem para participar de uma Roda de Negócios sobre música, em BH. “É uma banda com público fiel em todo o Estado e também fora dele, mas que não teve ainda a oportunidade de mostrar seu trabalho em outras praças. Acredito que a partir dessa viagem chegarão novos convites, além da troca de experiências”.

O vocalista e guitarrista da banda, Sidarta, conta que a Calafrio trabalha os estilos Modern Rock e Indy e que o objetivo é mostrar aos públicos mineiro e paulista o melhor do rock baiano. A banda já conta mais de 1 mil visualizações do clip “A mão pesada do destino”, disponível no Youtube, e prepara o terceiro EP para lançamento pós-turnê.

A SecultBA proporciona uma Central de Atendimento Integrado para orientar interessados e proponentes. A Central funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71) 3103 3489, e-mail [email protected] ou presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n, térreo – Centro, CEP: 40.020-¬010 – Salvador/Bahia. As informações são da SecultBA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.